Ambiente Ecoturismo

Caraiva - BA

Localizada no sul da Bahia, Caraíva é um mundo à parte dentro da Bahia. A começar pelo acesso ao vilarejo: é feito em pequenas canoas através do Rio Caraíva. Não é permitida a entrada de automóveis.

Envie para um amigo

As ruas de areia e as casas coloridas dão um charme todo especial a esse lugar. Além de oferecer inúmeras atrações durante o dia, como caminhadas, passeios de barco , à noite há diversas opções de bares, restaurantes e lugares para dançar.

 

História e Cultura

Caraíva sempre teve como principal atividade econômica a exploração de madeira. Isso até 1948, quando a explosão de uma caldeira destruiu a Serraria. Atualmente o turismo é a principal renda da cidade. Não há luz elétrica na cidade. Estar em Caraíva é viver a natureza. Lindas praias intocadas, em contraste com o verde da Mata Atlântica. Um povoado que desafia o turismo predatório e surpreende com sua beleza quase primitiva.

 

Clima

O sol brilha o ano inteiro em Caraíva. Entre junho e agosto a probabilidade de chuva é maior do que no resto dos meses.

 

Vegetação e relevo

A vegetação de Caraíva é formada, principalmente, pela Mata Atlântica, além de apresentar áreas formadas por campos, restingas e mangues. São comuns árvores como o Pau-brasil, o Jequitibá, o Araribá e o Visgueiro.

A fisionomia de Caraíva é formada por praias, rios e mangues.

 

Alimentação

Para quem quer economizar a melhor opção é o prato feito. Não deixe de experimentar a carne de sol, típica da região. Os frutos do mar também são uma ótima opção.

 

Hospedagem

A rede hoteleira ainda tem muito para desenvolver em Caraíva. Há diversas opções de pousadas simples e campings. A maioria dos estabelecimentos não tem aquecimento central, portanto vá preparado para banhos frios.

 

Dicas gerais

Leve dinheiro, pois na cidade não há bancos. Se for de carro abasteça no posto Santa Bárbara, em Itamarajú. É o último posto antes de chegar a Caraíva.

 

Atrações

Atividades noturnas: Opções não faltam na noite de Caraíva. Os ritmos são os mais variados: forró, reggae, rock n roll, MPB, entre outros. Luais também são muito comuns nas praias de Caraíva. Além do violão e da fogueira, é uma ótima oportunidade para admirar o céu estrelado da cidade.

Barra Velha: Essa caminhada de seis quilômetros leva até a Praia de Barra Velha, onde fica a aldeia dos Pataxós. Lá há a possibilidade de observar o artesanato em madeira feito pelos índio

Curuípe: Uma das mais longas caminhadas de Caraíva, são 12 quilômetros. O esforço é compensado com uma praia selvagem, com muitas amendoeiras. Na praia existem dois bares que oferecem um ótimo peixe frito. Curuípe fica ao norte de Caraíva.

Espelho: Entre Caraíva e Curuípe está esse porto natural de recifes e corais. São nove quilômetros de caminhada ao norte de Caraíva.

Ponta do Corumbau: Esse passeio é ideal para ser feito de barco. Passa pela vila dos pescadores, coqueiros e manguezais. Há ótimos pontos para mergulho, com águas cristalinas e a formação de corais do Arquipélago de Abrolhos.

Praia do Satu: Esta praia localiza-se 3,5 km ao norte de Caraíva. Satu é o nome do morador dessa praia, que adora contar histórias e acabou tornando-se uma atração local. As lagoas de água doce próximas a orla costumam atrair muitos turistas.

Rio Caraíva: Nesse passeio de canoa ou barco, pelo principal rio da cidade, o turista tem a oportunidade de conhecer um pouco mais da vegetação que acompanha o rio, além de banhar-se em algumas praias.

Para quem gosta de pescar o rio Caraíva é um dos melhores para a pesca de robalos. Os barcos são de alumínio com motor de popa.

 

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.