Engenharia de Pesca e Aqüicultura

 

 

A formação em engenharia de pesca é uma habilitação que integra a área das ciências agrárias e qualifica, em nível superior, profissionais para a intervenção técnico-científica em aqüicultura, pesca e tecnologia do pescado, bem como em atividades de pesquisa e extensão na área de biotecnologia e demais serviços voltados à aqüicultura e pesca, constituindo-se, desta maneira, em uma área do saber que intervém na realidade com base científica própria.

Desta maneira, o engenheiro de pesca deve ser um profissional capaz de entender com clareza a dinâmica da realidade em que atua, para que possa propor efetivamente atividades que transformem o quadro atual dos produtores, industriais e pesquisadores envolvidos com atividades de pesca.

Aqüicultores criam peixes, frutos do mar e rãs em tanques próprios, com fins comerciais. Há pescadores que têm sua própria embarcação e trabalham por conta própria – freqüentemente organizados em cooperativas – e profissionais empregados em companhias de pesca. São classificados de acordo com o tipo de pescado que capturam, com o lugar em que atuam (alto-mar ou junto à costa), ou o método que empregam (cerco, arrasto e linha).

Com a redução dos cardumes devido à pesca predatória e a vigilância crescente das instituições de controle do meio ambiente, a pesca tende a não se expandir muito a médio prazo, ao mesmo tempo que peixes e crustáceos cultivados tendem a ocupar cada vez maior espaço no mercado. Não há dados estatísticos sobre o setor pesqueiro, mas sabe-se que há vagas em grande número nos barcos pesqueiros. As melhores perspectivas de trabalho estão no campo da aqüicultura, uma atividade que, segundo o IBAMA, vem crescendo bastante em todo o país.

Algumas instituições oferecem cursos de engenharia de pesca e aqüicultura:

  • Engenharia de Pesca:

CE: Fortaleza – Universidade Federal do Ceará (Engenharia de Pesca)

PE: Recife – Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

PR: UNIOESTE – Universidade do Oeste do Paraná (Engenharia de Pesca)

  • Aqüicultura:

RJ: Rio de Janeiro – Associação Brasileira de Truticultores

RJ: Rio de Janeiro – Associação dos Ranicultores do Estado do Rio de Janeiro (ARERJ)

SP: Jaboticabal – Centro de Aqüicultura da Universidade Estadual Paulista (UNESP)

SP: Pirassununga – Centro de Pesquisa e Treinamento em Aqüicultura (CEPTA / IBAMA)

 

Ambiente Brasil