Árvore Educacional – Semente

 

 

O que é?

É o resultado do desenvolvimento do óvulo fecundado.

Sua Função

Sua principal função é dar origem a uma nova planta, garantido a propagação da espécie.

Suas Partes

A semente é originada do óvulo fecundado e desenvolvido, então veremos primeiramente a formação do óvulo:

  • Tegumento: duplo, formado pela primina e secundina.
  • Nucela: tecido nutritivo que envolve o saco embrionário.
  • Saco embrionário: é resultado da divisão redutora de uma célula-mãe inicial.
  • Funículo: é o pedúnculo que liga o óvulo à placenta.
  • Hilo: é a porção terminal do funículo.
  • Chalaza: região basal da nucela, de onde diferenciam-se primina e secundina.
  • Micrópila: pequena abertura deixada pela primina e secundina.

 

Semente

1. Tegumento ou casca

          1. Testa: é originada pela primina do óvulo, é geralmente espessa e lignificada.

          2. Tégmen: é a camada mais interna da casca, originada pela secundina.

2. Tegumentos suplementares:

          1. Arilo: originado pelo funículo, de aspecto esponjoso ou gelatinoso.

          2. Arilóide: parecido com o arilo, mas não originado pelo funículo. Ex.: noz-moscada.

          3. Carúncula: arilóide pequeno, mais ou menos carnoso, formado perto da micrópila. Ex.: mamona.

3. Amêndoa

          1. Embrião: produto da fecundação propriamente dita, é constituído pela radícula, pelo caulículo e pela gema (que originarão a raiz, o caule e as folhas, respectivamente).

          2. Cotilédones: são folhas embrionárias.

          3. Albúmen ou endosperma: tecido nutritivo que reveste o embrião.

4. Cicatrizes da semente:

          1. Hilo: é a cicatriz do ponto de ligação da semente ao fruto, corresponde ao hilo do óvulo.

          2. Micrópila: uma pequena depressão corresponde à micropila do óvulo.

          3. Rafe: uma cicatriz alongada, acima do hilo, em oposição a micrópila, deixada pelo funículo nos óvulos curvados.

 

Germinação da Semente

1. Condições para que ocorra a germinação:

          1.Semente deve estar perfeita e madura;

          2.Água no solo;

          3. Solo arejado;

          4. Luz solar;

          5. Calor: cada espécie tem uma temperatura ótima para a germinação.

2. Passos da germinação:

          1. Absorção de água pela semente;

          2. Rompimento da casca pelo aumento de volume da semente;

          3. Saída da radícula por geotropismo positivo, penetrando no solo, onde se ramifica transformando-se em sistema radicial;

          4. Do lado oposta sai o caulículo por geotropismo negativo, transformando-se no caule e folhas.

 

Dispersão de Semente

A disseminação das sementes pode ocorrer de várias formas:

  • Zoocórica: realizada por animais;
  • Anemocórica: realizada pelo vento;
  • Hidrocórica: realizada pela água;
  • Antropocórica: realizada pelo homem.

Curiosidade

1. Você sabe o que é dormência?

    R: É a incapacidade da semente germinar mesmo em condições ótimas (solo, água, luz e calor).

 

Redação Ambiente Brasil