Ambiente Ecoturismo

Morro de São Paulo - BA

Localizado ao sul de Salvador, a Ilha de Tinharé, onde se encontra a Vila de Morro de São Paulo, é um pedacinho do paraíso perdido na terra. A areia branca e a água esverdeada ajudam a compor o cenário.

Envie para um amigo

É proibido entrar de veículos na Ilha, o principal meio de locomoção são os próprios pés. No fim da tarde é possível observar o espetáculo dos golfinhos em alguns pontos do Morro.

 

História e Cultura

O primeiro a desembarcar em Morro de São Paulo foi Martim Afonso de Souza, em 1531. A ilha foi batizada Itanharéa, hoje Tinharé. A região tem uma localização geográfica privilegiada, tendo sido alvo de diversos ataques de franceses, holandeses e ponto de pirataria, no período colonial. Em 1535, ao norte da ilha, nascia o povoado da Vila do Morro de São Paulo. Durante todo o período colonial o local foi de muita importância devido à posição geográfica e por ter sido um canal de escoamento da produção dos principais centros.

 

Clima

O sol brilha o ano inteiro no Morro de São Paulo. Entre junho e agosto a probabilidade de chuva é maior do que no resto dos meses.

 

Vegetação e relevo

A floresta tropical é dominante na região.

A fisionomia do Morro de São Paulo é formada basicamente por praias, ilhas e morros.

 

Alimentação

Encontramos variados pratos como comida italiana e os famosos pescados.

 

Hospedagem

Atualmente, em Morro de São Paulo, encontram-se todos os tipos de hospedagem: desde a mais cara até algo mais em conta, da mais luxuosa até as mais rústicas.

 

Dicas gerais

Na cidade não há transporte a não ser alguns tratores, vá preparado para caminhar. Não há bancos na Ilha. Hotéis e pousadas ainda aceitam cartões, mas para pequenas compras é melhor levar dinheiro.

 

Atrações

Atividades noturnas: Na Segunda Praia são organizadas as festas do Morro de São Paulo. Na praia há dois bares que se revezam.

Farol do Morro: Construído em 1855 é um dos melhores lugares para se observar a ilha. Lá se tem uma visão panorâmica de grande parte das praias.

Forte: Erguido em 1630, o Forte foi construído para proteger a região da entrada de esquadras inimigas. Em 1728 foi ampliada pelo Conde de Sabugosa. É um dos mais belos lugares para se ver o pôr do sol e o espetáculo dos golfinhos, que nadam nas proximidades.

Ilha do Boipeba: São mais de 20 quilômetros de praias semi-desertas a duas horas da Vila de Morro de São Paulo. A Ilha de Boipeba é separada da de Tinharé pelo Rio do Inferno. Um passeio inesquecível.

Observação de Baleis Jubarte: Todo ano as baleias jubarte deixam as gélidas águas próximas ao continente antártico em busca de água mais quentes e tranqüilas, o que encontram no litoral do nordeste brasileiro.

Pode-se inclusive dizer que essas baleias são bahianas, afinal, não apenas nascem na Bahia, como também são concebidas aqui.

Essas baleias são do grupo que não tem dentes, e sim grandes barbatanas, com as quais filtram pequenos camarões para se alimentar, coisa que só fazem no verão, perto da Antártica. Quando as baleias jubarte estão no litoral bahiano, é possível se aproximar delas - seguindo uma série de cuidados - e observar alguns de seus hábitos. É comum encontrar mães com seu filhote em águas rasas, relativamente perto da costa.

A Rota Tropical, em parceria com o Instituto Baleia Jubarte, está desenvolvendo nos meses de agosto e setembro, e até o início de outubro, o passeio de observação de baleias em Morro de São Paulo.

A iniciativa, além de ser um passeio muito interessante, é também uma forma de colaborar com a preservação das baleias jubarte - parte do valor do passeio é revestido para o Instituto Baleia Jubarte, e biólogos constumam acompanhar as saídas dos passeios para coletar dados científicos.

Mais informações: http://www.morrodesaopaulobrasil.com.br/portugues/baleiajubarte.htm

Primeira Praia: Muitos consideram-na a porta de entrada de Morro de São Paulo. É uma das únicas praias em que se é possível surfar. Lá foram construídas as primeiras casas de veraneio.

Quarta Praia: Essa praia impressiona pela sua extensão, passa por diversos vilarejos. Quem tiver mais fôlego pode fazer uma caminhada até o rio que separa a Ilha de Itanharé da de Boipeba.

Segunda Praia: Nessa praia é comum encontrar pessoas jogando volei, futevolei e frescobol. Em frente a praia encontra-se a Ilha da Saudade.

Terceira Praia: Com muitas pousadas, restaurantes e camping, a Terceira Praia se destaca pelos seus ótimos pontos de mergulho. Na Ilha do Caitá é possível observar diversos corais. Uma boa opção é fazer um passeio de caiaque pelas proximidades da praia.

 

http://webventura.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.