Ambiente Ecoturismo

Blumenau - SC

Localizada no estado de Santa Catarina, Blumenau é a terceira cidade mais populosa do estado e é considerada um dos principais pólos industriais e tecnológicos. A cidade possui uma agenda cultural voltada para as festas com base nas raízes germânicas, como é o caso da Oktoberfest, segunda maior festa da cerveja do mundo e que acontece durante 17 dias do mês de outubro. Blumenau também se destaca por contar com um dos maiores índices de desenvolvimento humano do país e quinto maior do estado.

Envie para um amigo

História e Cultura

Colonizada em 02 de setembro de 1850 por imigrantes alemães liderados por Hermann Bruno Otto Blumenau, a cidade localizada às margens do Rio Itajaí-Açu que deveria desenvolver uma colônia agrícola, mas acabou tornando-se um importante pólo industrial têxtil do país. Depois dos primeiros imigrantes alemães, outras levas atravessaram o Atlântico em veleiros de companhias particulares e vieram aumentar o número de agricultores e cultivadores, que se estabeleceram ao longo do curso dos rios e ribeirões do território. Em conseqüência do bom desenvolvimento industrial da cidade, grandes empresas têxteis vieram se instalar em Blumenau, como Cia. Hering, Teka, Cremer, Sulfabril, Artex e Karsten. A partir de 1960, Blumenau passou a fazer parte do importante destino turístico do sul do Brasil, tendo como uma das principais características, a hospitalidade, arquitetura, costumes, cultura e gastronomia germânica. A variedade de produtos têxteis e mais tarde dos cristais, também foram grandes atrativos para os turistas que vinham para a região. Em 1980, a cidade cria a Oktoberfest, a maior festa chopp do país e muito freqüentada por turistas que querem desfrutar dos 17 dias de festa, conhecer o pedacinho da Europa brasileira e admirar suas belezas naturais. Blumenau também é conhecida pela beleza das suas casas em estilo enxaimel e o charme da sua vida noturna na Avenida Beira-Rio às margens do rio.

 

Clima

Temperado quente, com ventos médios soprando do quadrante leste. No inverno, a temperatura média é de 11,5°C (julho) e no verão, o calor atinge uma média de 31,9°C (janeiro). A umidade relativa do ar é de 84,2%.

 

Vegetação e relevo

Blumenau está situada dentro da Mata Pluvial da Encosta Atlântica, que caracteriza-se por uma formação vegetal exuberante e complexa, formada por diversos agrupamentos diferentes quanto à sua composição, estrutura e aspecto fitosionômico. Por correr quase paralelamente ao Oceano Atlântico, essa vegetação se alastra sensivelmente para o interior na altura do Vale do Itajaí, onde o município está localizado.

O relevo de Blumenau é muito acidentado, apresentando serras na região sul, vales na região norte e ribeirões. Um dos pontos mais altos da cidade é o Morro Spitzkopf, com 920 metros e o Morro Santo Antônio, com 970 metros. A altitude média de Blumenau é de 21 metros acima do nível do mar.

 

Alimentação

Quem passa por Blumenau não pode deixar de experimentar a culinária alemã, seja no almoço com o famoso marreco recheado ou nas confeitarias, saboreando um delicioso café colonial. A gastronomia típica alemã oferece: Marreco (marreco recheado, acompanha repolho roxo, batata e purê de maçã); Kassler (bisteca de porco, geralmente acompanhado com chucrute, salsicha vermelha e branca e purê de batata); Eisbein (joelho de porco, que pode ser a pururuca ou a vapor, acompanhado de salsicha, chucrute e batata). Para os mais tradicionais, a cidade também oferece menus internacionais, com excelentes restaurantes de culinária italiana, chinesa, japonesa, mineira, entre outras. Para a tarde, sugere-se uma passagem pelas confeitarias para provar o delicioso café colonial, regado a bolos, tortas, cucas, pastelões, embutidos, heringsbrot (pão com ovo cozido e aliche), geléias, nata, apfelstrudel (torta folhada com recheio de maçã e uva passa), frios e muito mais.

 

Hospedagem

Blumenau possui uma boa estrutura em termos de instalações hoteleiras. A cidade oferece desde hotéis e pousadas, até flats e hotéis fazenda.

 

Dicas gerais

Para os visitantes que estiverem interessados em praticar trekking nos parques da cidade, o esforço vale a pena. No Parque Spitzkopf é possível avistar, em dias ensolarados, parte do centro de Blumenau, alguns municípios vizinhos e o litoral. E para poder usufruir com segurança de todo o passeio, é aconselhável que crianças e adolescentes façam o percurso acompanhados dos responsáveis. Vale tomar cuidado também ao caminhar sobre as pedras escorregadias das trilhas. Aos que preferirem as compras, a dica é caminhar pela Rua XV de Novembro, localizada bem no centro da cidade, onde estão as lojas de cristais e malhas de fabricação própria de Blumenau, ou visitar a Vila Germânica, centro comercial que vende produtos típicos da cidade. Nas nove lojas que compõem a vila, são comercializados canecos de chopp, chocolates, vinhos, trajes típicos, souvenirs da Oktoberfest, licores e etc., além de lanchonetes e restaurantes que oferecem pratos típicos locais.

 

Atrações

Biergarten – Jardim da Cerveja:

Neste espaço foi construída uma cervejaria, com característica de uma fábrica da época da colonização. Ao entardecer, enquanto degusta a cerveja artesanal, o visitante pode contemplar o pôr-do-sol e as belezas do rio Itajaí-Açu.

 

Museu da Cerveja:

Inaugurado em setembro de 1996, o Museu da Cerveja apresenta uma exposição de quadros e máquinas que contam a história da cerveja, de como e onde surgiu, e seu processo de fabricação. Para os leigos no assunto, o museu possui amostras de malte claro, lúpulo e malte escuro e uma galeria de marcas e empresas produtoras de cerveja.

 

Museu do Cristal:

Recentemente inaugurado em 1997, o museu expõe a história da arte de fazer cristais. Além de peças antigas, também fazem parte do acervo do museu obras de atividade cristaleira. No local, o visitante pode acompanhar também o processo de fabricação do cristal.

 

Oktoberfest:

A Oktoberfest é uma festa muito tradicional em Blumenau e é considerada a segunda maior comemoração do Brasil. Tudo começou em 1984, sessenta dias após uma grande enchente que deixou muita destruição na cidade. Blumenau já pensava em promover uma festa parecida com a que é realizada na Alemanha e a enchente serviu como incentivo para que a prefeitura arrecadasse fundos para reconstrução da cidade e adotasse a tradição da Oktoberfest. A festa acontece anualmente no mês de outubro, na Vila Germânica (Fundação Promotora de Exposições de Blumenau) e tem duração de 17 dias. O centro da cidade vira palco de desfiles de carros alegóricos e decoração típica alemã. Durante a festa, é possível apreciar a culinária da região, o tradicional chope, além das músicas alemãs e grupos de dança.

 

Parque das Nascentes:

O Parque das Nascentes oferece oito trilhas de diferentes níveis de dificuldade e que levam o visitante a um dos mais belos cenários ecológicos. O passeio passa pela trilha da chuva, uma área com remanescentes de canela preta e seis travessias do Rio Garcia Pequeno, depois pela trilha da lagoa, que circunda um conjunto de lagoas, onde é possível observar as aves aquáticas. Já a trilha do Morro do Sapo leva a dois mirantes construídos a 760 metros de altitude, de onde se tem uma magnífica visão de 360 graus da floresta. Ao sul, avista-se o Morro do Santo Antônio e, ao norte, o Spitzkopf. E para finalizar, nada melhor do que avistar a cachoeira mais alta do parque, na trilha da cachoeira.

 

Parque Ecológico Spitzkopf:

Este parque é uma área privada, situada há 15 quilômetros do centro de Blumenau. Seu nome deve-se ao Morro Spitzkopf, situado em seu interior. A área do parque corresponde a cerca de 5.000.000 m², grande parte coberta por remanescentes da Mata Atlântica, ainda preservada na região. Dentro do parque, o visitante vai encontrar inúmeras opções de trilhas, oferecendo a prática do trekking e rapel. Além isso, vai poder observar nascentes, quedas d’água e desfrutar de uma piscina natural. Aos visitantes que estiverem interessados em andar pela mata, o parque oferece algumas opções de trilhas, onde podem ser observados vários exemplares da fauna e da flora. A trilha do Ribeirão Caeté possui extensão relativamente curta e o trajeto pode ser feito em menos de uma hora. Já para os mais ousados, é possível escolher a trilha da Represa, com extensão de aproximadamente três quilômetros. Esta trilha passa por uma represa e termina na Cascata do Ouro, com 20 metros de altura. O Parque Spitzkopf também possui em seu interior, lagos com aves aquáticas e chalés, sendo utilizado para recreação aos finais de semana.

 

Parque Natural Municipal São Francisco de Assis:

O parque, localizado no centro da cidade de Blumenau, possui 23 hectares de Floresta Ombrófila Densa, contendo diversas espécies de flora e fauna. Podem ser encontradas mais de 100 espécies de aves, 40 de insetos, além de mamíferos como bugios, tatus, cutias e morcegos. A flora, igualmente rica, possui aproximadamente 150 espécies catalogadas. Suas trilhas foram construídas para que seus visitantes possam conhecer este belo remanescente de floresta, bem no centro da cidade. O Parque oferece quatro trilhas: Caminho das Águas, Caminho do Tucano, da Cutia e do Tatu. Para conhecê-las o

visitante pode realizar dois percursos:

Percurso 1: Acesso fácil, com uma escada suave de 53 degraus. Ideal para crianças e idosos. O trajeto é feito pelo Caminho das Águas, Trilha da Cutia e Trilha do Tucano. Possui extensão de 830 metros e tempo de percurso de uma hora.

Percurso 2: Acesso de dificuldade média, com escada íngreme de 55 degraus. O trajeto é feito pela Trilha do Caminho das Águas, Trilha do Tucano e Trilha do Tatu, com acompanhamento de um monitor. Sua extensão é de 1.500 metros e o tempo total do percurso é de uma hora e meia.

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.