Soluções para os Resíduos Sólidos

 

 

  • Adotar a reciclagem como prática produtiva. Se o País reciclasse todas as latas de aço que consome, seria possível evitar a retirada de 900 mil toneladas de minério de ferro por ano e economizaria energia equivalente ao consumo de quatro bilhões de lâmpadas de 60 Watts.
  • Reduzir a quantidade de lixo produzido nas casas e nas indústrias.
  • Aproveitar tudo o que puder dos alimentos, economizando também nas quantidades. Por exemplo: talos, cascas e folhas de frutas, verduras e legumes são altamente nutritivos e, com um pouco de criatividade, podem ser transformados em pratos saborosos.
  • Pensar bem antes de jogar fora os restos dos alimentos. Será melhor colocá-los em uma embalagem e dar aos que têm fome do que alimentar os ratos que vivem nos lixões.
  • Reutilizar diversos produtos antes de jogá-los fora, usando-os para a mesma função original ou criando novas formas de utilização.
  • Doar o que ainda serve para outras pessoas e instituições de caridade. Exemplos: roupas a ser reformadas, móveis restaurados, vidros e plásticos transformados em utilidades.
  • Repensar os hábitos de consumo e de desperdício. Consumir o nescessário, mas sem exageros. É importante consumir produtos mais duráveis.
  • Não jogar papéis, latinhas e bitucas de cigarro nas ruas, pois vão direto para os bueiros, causando entupimentos e enchentes. Os únicos responsáveis pela poluição das águas, mares, rios e lagos somos nós, a população.

Pontos Positivos da Reciclagem de Resíduos Sólidos Urbanos

  • Altas taxas de reciclagem para materiais de valor e fáceis de separar
  • Ação de catadores de rua, que em muito contribuem para as taxas de reciclagem
  • Municípios com Coleta Seletiva e com programas sociais para inclusão de catadores
  • Venda de recicláveis é fonte de renda de muitas famílias

 

Redação Ambiente Brasil