Sem imagem
Artigos Águas Urbanas

Doenças causadas pela falta de Saneamento

Doenças, Agente causador e forma de contágio.
A falta de saneamento básico também compromete o meio ambiente, impactando diretamente na qualidade da água.

Doenças Agropecuárias

Hantavirose

A ocorrência da hantavirose se deve principalmente a distúrbios ecológicos, destacando-se desmatamentos, alterações em ecossistemas associados ao comportamento econômico, social e cultural do homem

Sem imagem
Artigos Urbano

Problemas Ecológicos das Grandes Áreas Urbanas

Da forma em que existem atualmente, os sistemas urbanos são artificiais, imaturos e ineficientes em termos energéticos. Precisam da importação de grandes volumes de energia e alimento para a sua manutenção, e por isso não se auto-sustentam.

Sem imagem
Pragas Urbanas

Pragas Urbanas

Pragas urbanas são espécies de insetos e animais que invadem o ambiente urbano e provocam danos à saúde humana.

Sem imagem
Doenças Agropecuárias

Antraz – Bacillus anthracis

O Bacillus anthracis no humano resulta numa infecção cutânea e, por ingestão de carne (animais contaminados) ou inalação de esporos.

Sem imagem
Artigos Urbano

Toxoplasmose

O toxoplasma é um parasita que tem um ciclo de vida tanto nos gatos, onde se reproduzem (e são eliminados pelas fezes), quanto no homem, aves, bois, ovelhas, porcos, cabras, animais silvestres, cães e gatos e no ser humano podendo provocar doenças.

Artigos Urbano

Leishmaniose Visceral

A suscetibilidade é universal, atingindo pessoas de todas as idades e sexo. Entretanto, a incidência é maior em crianças.

Artigos Urbano

Animais Domésticos e Problemas Urbanos

Os grandes centros urbanos, enfrentam o desafio de garantir um habitat saudável aos seus habitantes. Entre estes desafios, destaca-se o controle da população de pequenos animais, que vivem e sobrevivem em relação direta com as condições do meio ocupado pelo homem.

Sem imagem
Artigos Urbano

A raiva, diagnosticos e sintomas

O cão é o principal transmissor da raiva em regiões urbanas. A raiva acontece mais em agosto e pode se manifestar de duas formas: a furiosa e a muda ou paralítica. Na primeira, ocorrem manifestações de inquietação e excitação, na segunda incidem mais os atos depressivos do sistema nervoso.