Gavião-uiraçu (Morphnus guianensis)

 

Classe: Aves

Ordem: Falconiformes

Família: Accipitridae

Nome científico: Morphnus guianensis

Nome vulgar: Gavião-uiraçu

Categoria: Rara

Características: Majestosa de porte e força inigualáveis é o mais possante rapineiro do mundo. Asas redondas relativamente curtas, pernas curtas e grossas, tarso e dedos extremamente fortes, garras enormes, cabeça e olhos relativamente pequenos, face com esboço de disco. Cabeça cinzenta, com longo topete bipartido em dois de 15 cm, que se arrepia toda vez em que a ave fica excitada. Manto e papo negros, barriga e face vertical das asas brancas e os calções listrados de negro. Cauda com 03 faixas cinzentas, íris cinza-clara. Penacho occipital preto, de ponta branca.

Alimentação: Preguiça real, mutuns, coatás, macacos-prego, filhotes de veado, araras azuis, seriemas, tatus e cachorros do mato, jacus, jacamins e zorrilhos. Em locais habitados: Ataca cães, galinhas, bezerros e cabritos. Reprodução: O ninho consiste em pilha de galhos os quais recompõe e retoca a cada vez que o utiliza. Nº de filhotes: Põe 02 ovos entre setembro a dezembro, mas só um filhote sobrevive.

Altura: Macho – 57 cm de altura e 105 cm de envergadura. Fêmea – 90 cm de altura e 2 metros de envergadura

Peso: Macho – 4,8 kg. Fêmea – 7,6 kg podendo ser mais pesada

Comprimento:  840 mm – Cauda: 385mm – Asa: 450mm – Bico: 31mm – tarso: 117mm

Ocorrência Geográfica: Habita florestas úmidas densas. Amazônia e este-meridional do Brasil; sul de Mato Grosso e Rio Grande do Sul, fora da Amazônia é bastante rara.

Cientista que descreveu: Daudin, 1800

Categoria/Critério: Ameaçada. Destruição do habitat natural.

Fonte: MMA/SINIMA