Ambiente Ecoturismo

Lagamar - SP

O Lagamar é considerado o "berçário do Atlântico" pela grande quantidade espécies de peixes e crustáceos que nascem na região. A diversidade biológica do lugar, com florestas, campos, praias, rios e cachoeiras possibilita opções turísticas para todos os gostos e públicos.

Envie para um amigo

Há um sítio arqueológico com objetos de populações de mais de 5 mil anos. Lá ainda é possível realizar um passeio pela baía onde os golfinhos se reproduzem.

O Pólo Ecoturístico do LAGAMAR, coordenado pela Fundação SOS Mata Atlântica tem por objetivo reforçar o desenvolvimento sustentado da região (Iguape, Ilha Comprida, Cananéia e Pariquera-Açu) através do turismo ecologicamente consciente. Nos passeios, podem-se observar muitas espécies de mamíferos e aves, alguns em extinção.

 

História e Cultura

O Lagamar é considerado um dos maiores criadouros de espécies marinhas do Atlântico Sul. Além disso, é uma importante área ecológica do planeta, com reconhecimento da União Internacional para a Conservação da Natureza - IUCN, como a terceira mais importante em relação à produtividade primária. O Projeto do Pólo Eco-turístico do Lagamar foi criado em 1995, uma iniciativa coordenada pela organização não-governamental SOS Mata Atlântica e apoiada pela Embratur. O objetivo é desenvolver o turismo na região sem ameaçar o ecossistema. No Museu Municipal de Cananéia está localizado o segundo maior Tubarão Branco do mundo capturado pelo homem, que está em exposição para todos. Peças encontradas por pescadores da região, restos de baleia, pingüins e objetos que fazem parte da história da região.

 

Clima

Tropical, com verão quente e inverno ameno.

 

Vegetação e relevo

Mata atlântica, restingas (terreno arenoso e salino) e manguezais.

Planície litorânea.

 

Alimentação

Muitos restaurantes especializados em peixes e frutos do mar.

 

Hospedagem

As pousadas na Ilha do Cardoso são simples, em casas familiares com quartos para até seis pessoas e banheiros coletivos. Já em Iguape, há mais opções de instalação.

 

Dicas gerais

No inverno, a temperatura não costuma cair muito. Mesmo assim, tenha sempre um agasalho ao alcance: a noite pode fazer frio.

Atrações

Bike por Iguape, Cananéia e Ilha Comprida: É possível desbravar o Lagamar de bicicleta. O caminho inclui fazendas de bananas e trechos de praias desertas, com areia dura e apenas gaivotas e siris como companhia. O início é em Iguape, passa por Cananéia e Ilha Comprida. É a melhor opção para quem busca um contato mais direto com a natureza. Requer um planejamento.

Ilha da Figueira: A Ilha da Figueira é a melhor opção de Lagamar para mergulho. É comum também encontrar pessoas praticando a pesca submarina. A visibilidade da água alcança até 10 metros de profundidade e é possível ver tartarugas e arraias por ali.

Ilha do Bom Abrigo: A uma hora de barco ou vinte minutos de lancha. Grande variedade de peixes. No centro da ilha há ruínas de um antigo forno utilizado para o processamento do óleo de baleia.

Mirante do Cruzeiro: Na Estância Turística de Eldorado, visite o Mirante do Cruzeiro. Com aproximadamente 510 metros de altitude, têm-se uma bela visão do Vale do Ribeira. Um paredão possibilita a prática do rapel.

Queda do Meu Deus: A Queda do Meu Deus é uma cachoeira de 53 metros que faz parte de um roteiro chamado de Vale das Ostras. No total são 10 cachoeiras e vários pontos para banho. É possível praticar cascading e canyoning, nas cachoeiras do Palmito e do Funil.

Trilha do Mangue: Os mangues são ambientes onde a mistura das águas doce dos rios e salgada do mar cria uma vegetação diferenciada e uma fauna rica. Essa é a paisagem que o visitante observa percorrendo 700 metros, com dificuldade média, que seguem o curso do Rio Perequê até a Praia do Pereirinha, finalizando com um bom banho de mar.

Trilha do Morro das Almas: Grau fácil, com extensão de dois quilômetros, percorridos em aproximadamente três horas. Percebe-se como a vegetação vai se modificando na medida que se caminha pela planície litorânea em direção às encostas da Serra do Mar.

Trilha do Poço das Antas: Os atrativos são a planície litorânea, o Rio Perequê e parte da mata que encobre as encostas dos morros. A caminhada de 2,5 quilômetros não oferece grandes dificuldades.

Trilha do Sambaqui e Costão Rochoso: Uma expedição arqueológica: há fragmentos de ossos, conchas e outros objetos com milhares de anos. Os sítios arqueológicos ficam no meio da mata. O grau de dificuldade é médio e o tempo de percurso é de uma hora e meia.

 

 

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.