Ambiente Natural

Brasil - País das Cavernas

Embora sendo o quarto maior país em quantidade, qualidade e extensão de cavernas, reconhece-se que só 10% dos parques brasileiros foram explorados por falta de recursos financeiros e técnicos.

Envie para um amigo

Pela importância cultural e beleza do patrimônio espeleológico do Brasil, Brasília sediou em julho do ano 2000 o maior evento mundial de cavernas, cujo tema central foi "Espeleologia no 3º Milênio – Contribuindo para o Desenvolvimento Sustentável". Foram realizados três congressos simultâneos de espeleologia: 13º Internacional, 4º da América Latina e Caribe, e o ESPELEO BRASIL 2001.

Embora sendo o  quarto maior país em quantidade, qualidade e extensão de cavernas, reconhece-se que só 10% dos parques brasileiros foram explorados por falta de recursos financeiros e técnicos. Apenas para manutenção das cavernas cadastradas, o CECAV – (Centro  de Estudo, Proteção e Manejo de Cavernas), precisaria de R$ 700 mil e só conta com R$ 100 mil, quantia que corresponde a R$ 2 mil por estado. Sua maior preocupação é com a preservação ambiental e arqueológica das cavernas, pois esse é um dos grandes vilões do turismo jovem do próximo milênio. Para ele, o turismo ecológico, se conduzido de forma adequada e criteriosa, apresenta-se como uma das atividades econômicas mais promissoras para os estados da Bahia, Minas Gerais, São Paulo e outros  que concentram as 2.700 cavernas cadastradas na SBE - Sociedade Brasileira de Espeleologia, das quais 82% estão no banco de dados do IBAMA.

Apenas Estados Unidos, França e Alemanha concentram mais cavernas que o Brasil.

A maior caverna brasileira é a Toca da Boa Vista (BA), com 71 Km de extensão, e a de maior importância arqueológica é a do Parque Peruaçu (MG). Mas a região centro-oeste também tem suas riquezas. O patrimônio espeleológico do DF é bastante diversificado, merecendo atenção especial as cavernas do Parque Estadual de Terra Ronca, em São Domingos (GO), a Gruta dos Ecos, nas proximidades de Brasília, a maior do país em mecaxisto, o Buraco das Araras, e o Buraco do Inferno, com um profundo lago cristalino.


Cavernas Brasileiras Protegidas pelo Cecav

No Brasil, 82% das quase três mil cavernas conhecidas e cadastradas no Centro de Estudo, Proteção e Manejo de Cavernas - Cecav estão localizadas em rochas calcárias. O CECAV, criado pela Portaria nº 057 do IBAMA de 5 de julho de 1997, é o órgão incumbido de encaminhar as questões relacionadas a proteção e manejo de cavernas no Brasil.

O CECAV analisa, licencia, propõe e orienta diversas formas de pesquisas, usos e manejos no patrimônio espeológico brasileiro. Sua criação teve o apoio da Sociedade Brasileira de Espeleologia - SBE.

O CECAV controla o turismo regular a cavernas, que, embora sem infra-estrutura adequada, é uma maneira de se divulgar a Espeleologia e de se garantir a preservação do patrimônio espeleológico conduzido de forma adequada e criteriosa, apresenta-se como uma das atividades econômicas mais promissoras para as regiões em que se inserem, gerando aumento na oferta de trabalho e vitalizando as economias locais e regionais, além de auxiliar no desenvolvimento da indústria nacional.


Programas de Gestão Ambiental

Desenvolvimento do Programa de Gestão Ambiental Participativa na Gruta de Ecos, Cocalzinho/GO, que envolve o CECAV (Sede e Base/GO) em conjunto com a Prefeitura Municipal, e os grupos espeleológicos GREGEO, EGB e GREGO, para elaboração de plano de manejo.

Desenvolvimento do Programa de Gestão Ambiental Participativa na Gruta de Botuverá/SC, que envolve o CECAV (Sede) em conjunto com a Prefeitura Municipal de Botuverá e os Grupos de Estudos Espeleológicos do Paraná – GEEP - Açungui, para elaboração de plano de manejo, o qual vem sendo financiado pelo FNMA no valor de R$ 200.000,00.

Ambiente Brasil



Publicidade
Confira as principais Tags do ambiente Natural "Barbeiro" "Falso Campo" Abelhas Antártica Apicultura Aquecimento global Aquicultura Arqueologia Artigo Atendimento ao Público Bibliografia Biodiversidade Biogeografia Biomas Briófitas Caatinga Camarão Campina Campinara Campos do Sul Campos Gerais Campos salinos Carta da Terra Cartografia Caverna Centros Arqueológicos Cerrado Classificação Clima Conceito Consciência Ecológica Conservação Controle Costeiro Cuidados Dengue Desmatamento Distribuição Geográfica Diversidade Biológica Doença de Chagas Doenças Doenças Tropicais Ecosistema Educação Ambiental El Niña El Niño Engenho Pacuíba Espécies em Extinção Estações Climatológicas Estações Meteorológicas Estepe Estrada do Colono Etnobotânica Exploração Fauna Febre Amarela Fenômenos Climáticos Fertilização Fitográfica Flor Flora Floresta com Araucária Floresta Estacional Floresta Pluvial Tropical Floresta Tropical Florestas Formação Fotosíntese Fungo Geologia Geomorfologia Hidrografia Legislação Leishmaniose Localização Lua Malária Manguezal Mapa Mata Atlântica Mata de Pinhais Meio Ambiente Mel Memorial Meteorologia Mogno Monitoramento Mudanças Climáticas Museus Natural Ocupação Ombrófila Origem Pantanal Parque Nacional do Iguaçu Planetas Plantas Plantas Carnívoras Pólo sul geográfico Prancha de Surf Pré História Previsão Climática Princípios Profilaxia Programas Projetos ambientais Proteção Protocolo Protocolo de Kyoto Pteridófitas Quilombos Referência Bibliográfica Regiões Fitoecológicas Regulamentação Relevo Restinga Revistas Rio Paraguai Sambaquis Savana Sementes Serra do Mar Sítio Arqueológico Solos Terra Vegetação Veneno Zonemanento Ambiental

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.