Ambiente Ecoturismo

Amazônia - AM

Conhecer a Amazônia é, sem dúvida, uma experiência inesquecível. O turista sente-se um desbravador no meio de uma floresta que conserva-se em grande parte preservada e intocada. Além das inúmeras belezas naturais, sua fauna e flora, existe a possibilidade de conhecer diversos pontos turísticos civilizados como o Teatro Amazonas.

Envie para um amigo

Conhecer a Amazônia é, sem dúvida, uma experiência inesquecível. O turista sente-se um desbravador no meio de uma floresta que conserva-se em grande parte preservada e intocada. Além das inúmeras belezas naturais, sua fauna e flora, existe a possibilidade de conhecer diversos pontos turísticos civilizados como o Teatro Amazonas.

 

História e Cultura

Fundada em 1669, a cidade se originou do pequeno arraial que se formou em torno da fortaleza de São José do Rio Negro. No ano de 1833 foi elevada à categoria de vila com o nome de Manaus (Mãe de Deus na língua nativa). No começo desse século a cidade deu um grande salto em seu desenvolvimento. Foi nessa época que foi construído o famoso Teatro Amazonas. Devido ao declínio da borracha, uma das principais atividades econômicas da cidade, enfrentou-se um difícil período de estagnação. Nas últimas décadas Manaus voltou a se desenvolver devido à criação da Zona Franca e a implantação de uma área industrial.

 

Clima

Nessa região existem dois períodos bem definidos: o das chuvas, que vai de dezembro a maio, e o da seca, de junho a novembro. Na época da seca pode-se observar jacarés e capivaras nas praias fluviais que são formadas. Já na época de chuvas as trilhas pelas florestas são feitas a bordo de canoas a remo. A temperatura média anual é de 26ºC, sendo que no período seco pode chegar a 40ºC.

 

Vegetação e relevo

 

A diversidade da vegetação amazônica é muito grande. Basicamente ela poderia ser dividida em três ecossistemas.

A floresta de igapó se localiza em áreas que ficam constantemente inundadas e tem como vegetação típica as palmeiras, os açaizeiros e os buritis.

As florestas de várzeas possuem as suas terras muito férteis onde se desenvolvem a seringueira, o cacaueiro, o ingazeiro, o taperebazeiro, a embaubeira, o maracujazeiro etc.

A floresta de terra firme produz madeiras como Louro, Cedro, Cerejeira, Mogno, Ipê, Sucupira (madeira de lei) e muitas outras.

A flora aquática é um dos espetáculos mais lindos da Amazônia. A flor mais conhecida é sem dúvida a Vitória- Régia.

A floresta equatorial de clima quente e úmido tem um solo pobre e impróprio para prática agrícola. A exuberância de sua vegetação se deve às condições climáticas. Além disso, o solo quando exposto à ação das águas dos rios torna-se extremamente erosivo.

 

Alimentação

Com mais de duas mil espécies de peixes, o prato típico de Manaus não poderia ser outro senão o pescado. Os preferidos são o tambaqui, o tucunaré e o jaraqui. Os acompanhamentos são geralmente farinha de mandioca e tucupi (caldo amargo extraído da mandioca).

 

Hospedagem

Há diversas opções de hospedagem. As acomodações mais interessantes são os Lodges, grandes hotéis que oferecem passeios para os turistas.

 

Dicas gerais

Recomenda-se tomar a vacina contra a febre-amarela, tifo e hepatite B com 10 dias de antecedência.

Atrações:

Alfândega e cais flutuante: A Alfândega foi o primeiro edifício pré-fabricado do país. Desde 1912 é de lá que partem a maioria dos passeios pelos rios Amazonas e Negro e também o traslado dos turistas estrangeiros que chegam à cidade todos os dias. Com 300 metros de extensão, permite também o atracamento de navios de grande porte. A Alfândega fica na Rua Marquês de Santa Cruz.

Atividades noturnas: Na cidade de Manaus o turista encontra uma enorme variedade de opções de lazer. Existem diversas danceterias, shows de transformistas, forró e casas de show que apresentam danças típicas da região. Além disso muitos hotéis trazem passeios à noite em sua programação.

Cachoeira de Presidente Figueiredo: Localizada a 118 km de Manaus, na cidade de Presidente Figueiredo pode-se desfrutar de 45 cachoeiras, nove corredeiras e sete cavernas localizadas em propriedades particulares. É possível também fazer algumas trilhas demarcadas em extensas áreas de floresta e pescar no Lago da Hidrelética de Balbina.

Encontro das águas: É o encontro das águas do Rio Negro e Solimões, um fenômeno que não pode deixar de ser observado, com a água escura de um e a turva de outro.

Pesca: A pesca pode ser praticada nos rios Amazonas, Negro e Solimões. A melhor época para pescar na Amazônia é entre setembro e março. Há roteiros que duram mais de três dias.

Pororoca: É uma grande onda de água doce que pode durar dias e ocorre no Rio Amazonas e sua foz. O fenômeno natural é causado pela elevação súbita da maré no oceano, em épocas de grandes marés de Lua Nova e Lua Cheia, quando a elevação da maré segura o rio no estuário, fazendo com que suas águas recuem, formando uma grande corrente em sentido contrário ao seu curso normal. Assim, há um estreitamento no rio, fazendo com que o nível da água se eleve bastante, fazendo o nível do rio subir. O resultado é um espetáculo da natureza, que proporciona grande barulho e até o desmoronamento das margens, carregando árvores, embarcações.

Teatro Amazonas: Um dos principais pontos turísticos de Manaus, o Teatro Amazonas foi construído com material importado da Europa e inaugurado em 1896. Atualmente, após uma reforma, tem capacidade para 700 pessoas e recebe espetáculos nacionais e internacionais de altíssimo nível cultural. O teatro fica no Centro na Rua Tapajós.

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.