Rato-do-mato-de-laranjeira (Rhagomys rufescens)

 

Classe: Mammalia

Ordem: Rodentia

Família: Muridae

Nome científico: Rhagomys rufescens

Nome vulgar: Rato-do-mato-de-laranjeira

Categoria: Em perigo

Características: Espécie de pequeno porte, endêmica da Floresta Atlântica do Estado do Rio de Janeiro. Neste Estado há uma área de simpatria com Phaenomys ferrugineus, uma espécie semelhante pertencente à mesma subfamília (Sigmodontinae). Dois exemplares coletados até o momento indicam que a espécie, além de ser muito rara na natureza, possui morfologia externa que sugere adaptação à vida arbórea. Apresenta uma coloração alaranjada tanto no dorso quanto no ventre, sendo bastante similar a P. ferrugineus. Difere desta pelo menor tamanho corporal, pela coloração do ventre (ventre alaranjado em Rhagomys rufescens e branco em P. ferrugineus) e pelo tamanho da cauda, igual ao tamanho corporal em Rhagomys rufescens e maior do que o corpo em P. ferrugineus. Três pares de mamas.

Comprimento: Comprimento cabeça-corpo: 94 mm.

Ocorrência Geográfica: De ocorrência restrita ao estado do Rio de Janeiro, embora tenha sido citada para o estado de Minas Gerais. Em virtude do pequeno número de coletas obtidas até o momento (apenas dois exemplares), parece improvável que sua distribuição seja tão extensa quanto aquela indicada por Emmons. Segundo ela, a espécie ocorreria na região do alto São Francisco, alto e médio rio Grande e médio Paraíba do Sul, tanto no bioma da Floresta Atlântica quanto no do Cerrado.

Categoria/Critério: Classificação da IUCN: Em perigo crítico. Anexo da CITES: Não consta. Acredita-se que a destruição de seu hábitat seja a principal ameaça à espécie.

Cientista que descreveu: Thomas, 1886

Observações adicionais: Não existem estimativas populacionais para a espécie. Não há registro em nenhuma unidade de conservação. Em teoria, R. rufescens pode ocorrer nas unidades de conservação existentes dentro de sua área de distribuição presumida.

 

Fonte: MMA/SINIMA