União das Águas

 

Breve Histórico

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina que visa expandir os conhecimentos aprendidos no meio acadêmico para o restante da sociedade com o intuito de alertar a população sobre a importância de preservamos toda água do nosso planeta.

 

O por que deste projeto?

q

Observa-se, na engenharia, assim como em grande parte das profissões relacionadas as ciências exatas, a carência de uma visão voltada para reflexão e atitude nas áreas sociais, o que acaba por gerar uma distancia prejudicial entre a teoria aprendida na universidade e a realidade pratica a ser enfrentada. 

Esta distância causa, muitas vezes, a ausência de uma responsabilidade social que deve permear as ações de qualquer cidadão e, principalmente, a de engenheiros que têm um grande poder de interferência no cotidiano das pessoas.

 

Objetivos

  • Alertar a população sobre a importância da água quanto a seu uso correto;
  • Conhecer e registrar através de fotografias, videografia, depoimentos e acervos teóricos locais as relações estabelecidas entre diferentes culturas e a água;
  • Mostrar que grandes viagens podem ser feitas por pessoas comuns;
  • Incentivar novas propostas para a Educação Ambiental e a conscientização sócio-ambiental através da prática de esportes;
  • Divulgar a bicicleta como um meio de transporte saudável, econômico e não poluente.
  • Produzir uma gravação em vídeo da travessia para divulgação;
  • Estimular pessoas em seus diferentes contextos a se engajarem, através de ações cotidianas e extra-cotidianas, na luta pela preservação da vida.

 

Resultados Esperados:

Alcançar a sensibilização e conseqüente mobilização de um maior numero de pessoas que passam a agir em beneficio da água, num movimento de educar diferentes povos, mostrando que, quando se cuida água, cuida-se de si mesmo, cuida-se da vida.

 

Primeira Etapa:

O objetivo inicial do projeto é chamar a atenção para a causa do maior número de pessoas possível. Certos de que o processo educativo vai além da sala de aula, iniciativas esportivas, culturais e outras, podem ser importantes meios de aprendizado da cidadania e de respeito à outras culturas.

Portanto, a primeira etapa será realizar a travessia do Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico, de bicicleta, cruzando a Patagônia. Estas águas serão reunidas num mesmo recipiente formando assim, um símbolo que visa mostrar que não existem águas diferentes, mas uma única água no mundo que deve ser preservada, respeitada e usufruída por todos. 

A viagem será realizada pelos alunos, que contam com o apoio do Departamento de Engenharia Sanitária – Ambiental da UFSC e com a colaboração dos Departamentos dos cursos de Educação Física e Nutrição, que estão elaborando um roteiro de treinamento e alimentação a ser seguido.

Acreditamos que a mobilização em prol da água seja fruto da criação de uma nova consciência. Para tanto, durante a viagem será produzido um material de apresentação (fotos, vídeos e um inventário) que serão utilizados na divulgação do projeto.

 

Período da Viagem

A viagem ocorrerá em Janeiro de 2004, com duração prevista de 25 a 30 dias.

 

Equipe

Todos os integrantes são alunos do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina.

Bruno Azevedo: Natural do Rio de Janeiro – RJ, 20 anos, é co-autor e participante do projeto de extensão “Ações Ambientais na Comunidade da Serrinha e a Cidadania”. Experiência em cicloviagens. Função na equipe: Produção do vídeo, fotografia (curso de fotografia pelo Senac – SC) e logística;

Bruno Kossatz: Natural de Paranaguá – PR, 20 anos, é bolsista de iniciação científica no projeto “Simulação da Tratabilidade de Filtros com Macrófitas (Wetlands) em Escala Laboratorial Através de Colunas”. Função na equipe: Logística e produção do catálogo;

Cauam Cardoso: Natural do Rio de Janeiro – RJ, 20 anos, é bolsista e autor do projeto de extensão “Ações Ambientais na Comunidade da Serrinha e a Cidadania”.

Função na equipe: Produção do vídeo e fotografia (curso de fotografia pelo Senac – SC) e logística;

Erico Malamud: Natural de São Paulo – SP, 21 anos, é bolsista de iniciação científica no projeto “Avaliação da Tecnologia Natural Monitorada para Plumas de Hidro – Carbonetos de Petróleo e Etanol”. Experiência em cicloviagens. Função na Equipe: Elaboração da página de internet do projeto e produção do catálogo;

Felipe Trennepohl: Natural de Chapecó – SC, 20 anos, é bolsista de iniciação científica no projeto “Estimativas de Produção de líquidos Percolados pelo Método de Balanço Hídrico”. Função na equipe: Cozinheiro;

Gabriel Starke: Natural de Blumenau – SC, 20 anos. Experiência em cicloviagens. Função na equipe: Mecânico;

João Paulo de Sá: Natural de São Joaquim – SC, 20 anos, é bolsista de iniciação científica no projeto “Desinfecção de Efluentes Sanitários já Tratados Através do Dióxido de Cloro”. Função na equipe: Cozinheiro;

 

Informações: uniaodasaguas@yahoogrupos.com.br www.uniaodasaguas.ufsc.br