Ambiente Mudanças Climáticas

Grupos de Trabalho - IPCC

O trabalho do IPCC é dividido entre três grupos de trabalho, uma Força-Tarefa e um Grupo de Trabalho de Suporte aos Cenários. As atividades de cada Grupo de Trabalho e da Força-Tarefa são coordenadas e administradas por uma Unidade de Apoio Técnico.

Envie para um amigo

O Grupo de Trabalho I (WG I) do IPCC avalia os aspectos físicos científicos do sistema climático e as alterações climáticas.

Os principais temas avaliados pelo Grupo de Trabalho I incluem: mudanças nos gases do efeito estufa e aerossóis na atmosfera, as mudanças observadas no ar, terra e nas temperaturas do oceano, as chuvas, as geleiras e camadas de gelo, os oceanos e o nível do mar; perspectiva histórica e paleoclimáticas sobre as alterações climáticas; biogeoquímica, ciclo de carbono, gases e aerossóis, dados de satélite e outros dados, os modelos climáticos; projeções climáticas, causas e atribuição das mudanças climáticas.

O Grupo de Trabalho II (WG II) do IPCC avalia a vulnerabilidade dos sistemas naturais e sócio-econômicos frente às mudanças climáticas, consequências negativas e positivas das mudanças climáticas, e opções para se adaptar a ela.

Ele também leva em consideração a inter-relação entre vulnerabilidade, adaptação e desenvolvimento sustentável. As informações avaliadas são considerada por setores de recursos (água, ecossistemas, alimentos e florestas; sistemas costeiros, a indústria, a saúde humana) e regiões (África, Ásia, Austrália e Nova Zelândia, Europa, América Latina, América do Norte, Regiões Polares; Pequenas Ilhas ).

O Grupo de Trabalho III do IPCC (WG III) avalia as opções para mitigar a mudança climática através limitação ou mitigação das emissões de gases com efeito de estufa e aumento das atividades que removem esses gases da atmosfera.

Os principais setores econômicos são levados em conta, tanto numa perspectiva de curto prazo como de longo prazo. Os setores inclusos são de energia, dos transportes, construção, indústria, agricultura, silvicultura, gestão de resíduos. Este grupo de trabalho analisa os custos e benefícios das diferentes abordagens para a mitigação, considerando também os instrumentos e medidas políticas. A abordagem é cada vez mais orientada.

 A Força-Tarefa para Inventários Nacionais de Gases de Efeito Estufa (TFI) foi estabelecida pelo IPCC para supervisionar o IPCC National Greenhouse Gas Inventories Programme (IPCC-NGGIP). A atividade principal é desenvolver e aperfeiçoar uma metodologia internacionalmente acordada e softwares para o cálculo e comunicação de emissões e remoções de GEE nacionais, e incentivar a sua utilização pelos países participantes do IPCC e das partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC). O NGGIP também estabeleceu e mantém um banco de dados dos fatores de emissão.

O Grupo de Trabalho dos dados e suporte aos cenários de impactos e Análise Climática (TGICA) foi criado para facilitar a cooperação entre a modelagem climática e as comunidades avaliação dos impactos do clima. Ele visa facilitar a ampla disponibilidade de dados relativos às alterações climáticas e cenários para a análise do clima e impactos, adaptação e vulnerabilidade, mitigação e pesquisa.

O TGICA não desenvolve quaisquer emissões, o clima, ou outros tipos de cenários, não faz qualquer decisão quanto à escolha de cenários para a preparação dos relatórios do IPCC. Também não assume qualquer modelagem ou investigação. Uma de suas principais atividades é a coordenação e supervisão do IPCC –Centro de Distribuição de Dados, que fornece informação oportuna e de dados para a comunidade científica internacional, em particular, dos conjuntos de dados e material de orientação.

http://www.ipcc.ch/working_groups/working_groups.htm



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.