Ambiente Fauna

Botos e Golfinhos

Chegam a 37 espécies descritas entre golfinhos e botos tanto de água salgada como de água doce.

Envie para um amigo

q

Chegam a 37 espécies descritas entre golfinhos e botos tanto de água salgada como de água doce. Vivem cerca de 35 anos. O período de gestação dura cerca de dez meses. Podem medir desde um metro e meio até 3 metros e meio. São dóceis e brincalhões e apreciam a companhia humana. Alguns são mais arredios. Capacidade de mergulho: o golfinho tem uma única narina no alto crânio. Através dela, ele pode renovar 90% do volume de ar cada vez que inspira. Num único mergulho, o golfinho é capaz de submergir por 20 minutos até 300 metros de profundidade. Os golfinhos conseguem nadar a velocidades de até 40 Km/h, graças a um efeito aerodinâmico que eles alcançam contraindo a pele e formando dobras que diminuem as turbulências.

Os golfinhos alimentam-se de diversas espécies de peixe. Muitos caçam em grupo. Contudo alguns golfinhos preferem lulas e outros comem moluscos e camarão. Um macho adulto em cativeiro, devora cerca de 160 Kg de peixe por dia, mas a média é de 79 Kg para os machos, 63 Kg para as fêmeas e 16 Kg para os juvenis. Geralmente os golfinhos não mastigam as suas presas.


Boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis)

q

Popularmente conhecido como boto, boto-vermelho. Família: Innidae. Ocorre na América do Sul, na bacia do Orenoco e Amazonas. O maior comprimento registrado é de 2,50 m, e o peso pode ultrapassar 160 kg. Uma das características são os pêlos modificados (vibrissas) sobre a parte superior do bico, que provavelmente têm função tátil. A coloração pode variar bastante com a idade, atividade e local em que o animal vive e está ligada com a irrigação sanguínea dos vasos subcutâneos. Basicamente é um animal solitário. Alimenta-se de peixes, mas pode também ingerir moluscos e crustáceos.


Boto-cinza ou Tucuxi ou Boto-cinza-marinho (Sotalia fluviatilis)

q

Tamanho: 1,70 metros e 40 quilos. têm o hábito de viver em grupos e são muito sociáveis. Como todos os cetáceos, têm de respirar periodicamente e podem permanecer submersos por longos períodos. Possuem um biossonar que lhes permite localizar objetos e se orientar, utilizando o som e o eco. Geralmente, seus dentes são todos iguais e existe apenas uma dentição. A maioria se alimenta de peixes e lulas e, ocasionalmente, de crustáceos. As fêmeas dão à luz a apenas um filhote após um ano de gestação.

Durante o trabalho de parto, é comum a mãe ser ajudada por outros membros do grupo. O período de amamentação dura sete meses em média. Os golfinhos são ótimos nadadores, atingindo velocidades de até 60 km/h e saltam até 5 m acima da água. Podem viver até 80 anos. Utilizam a técnica de pesca em grupo, que facilita o cerco dos peixes. Seu tato é bastante desenvolvido e ocorrem muitos toques entre os golfinhos que, segundo pesquisas, pode ser um tipo de comunicação. Sua principal ameaça são as redes de pesca onde, por acidente, acabam ficando presos e morrendo afogados. Desde 1986, é proibido pesca, caça, perseguição ou captura de cetáceos nas águas brasileiras.


Boto-de-burmeister (Phocoena spinipinnis)

Tamanho: 1,50 metros e 60 quilos. No Brasil há apenas 2 registros de encalhe: Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Características: este animal não possui rostro definido. Coloração escura e homogênea. Nadadeira dorsal triangular e deslocada caudalmente.


Golfinho-nariz-de-garrafa (Tursiops trucatus)

q

Pertencente a família Delphinidae. É encontrado em todos os oceanos de águas tropicais, subtropicais e temperadas, em estuários, canais, lagos e pode eventualmente entrar em rios. O adulto pode medir de 1,9 a 3,8 m. O peso médio é de 270 a 370 Kg. Geralmente, vive em grupo com cerca de dez indivíduos, mas em alto-mar foram observados grupos com mais de cem. Alimenta-se de peixes, lulas e ocasionalmente de polvos.

 

 

Golfinho-de-fraser (Lagenodelphis hosei)

q

Tamanho: 2 metros e 170 quilos. Pertencente a família Delphinidae. Possui distribuição tropical, provavelmente entre 40ºN e 40ºS. É gregário, forma grupos de 100 a 1.000 indivíduos e associa-se com várias outras espécies de cetáceos. Alimenta-se de peixes, lulas, crustáceos.

 


Golfinho-de-riso (Grampus griseus)
Tamanho: 3 metros e 600 quilos. Popularmente é conhecido como golfinho-de-riso. Família. Delphinidae. Habita águas profundas, tropicais, temperadas e quentes de todo o mundo. Em geral, forma grupos com mais de uma dezena de indivíduos. É encontrado solitário ou aos pares; freqüentemente, associa-se a cetáceos de águas profundas, como a baleia-piloto. Alimenta-se com preferência de lulas, eventualmente de peixes.


Golfinho-listrado (Stenella coeruleoalba)
Tamanho: 2,3 metros e 120 quilos. Distribuição geográfica: no Brasil ocorrem em toda a costa. Características: corpo muito marcado nos machos principalmente, nadadeira dorsal alta e falcada, cabeça em forma de globo com um sulco que se estende do lábio superior até o orifício respiratório, dividindo o melão em duas partes, este animal não possui rostro definido.


Golfinho-clímene (Stenella clymene)
Tamanho: 2 metros e 79 quilos. Dentes: 38 a 49 dentes aguçados de cada um dos lados do maxilar superior e inferior. Alimentação: Pequenos peixes e lulas. Habitat: Oceano profundo. Área de deslocamento: Águas tropicais do Atlântico.


Golfinho-pintado-tropical (Stenella attenuata)
Comprimento: entre 1,6 e 2,2 metros. Peso entre 30 e 123 kg. No Brasil há registros no Rio Grande do Sul, Sergipe e Fernando de Noronha. Características: corpo repleto de pintas, rostro longo e fino com a ponta branca, manto dorsal escuro ininterrupto.


Golfinho-pontopória (Pontoporia blainvillei)
Tamanho: 1,3 metros e 45 quilos. Distribuição geográfica: no Brasil ocorrem em toda a costa, mas concentra-se no litoral sul do país. Características: possui o rostro extremamente afilado e longo, nadadeiras peitorais curtas e largas, dorsal pequena e triangular.


Golfinho-pintado-do-atlântico (Stenella frontalis)
Comprimento: medem entre 1,6m e 2,2m. Peso: as fêmeas pesam entre 39 e 127 Kg e os machos entre 50 e 143 Kg. Distribuição geográfica: no Brasil, até o momento, existem registros no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Ceará. Nas Bahamas, existe uma famosa área de concentração de golfinhos-pintados-do-atlântico. Características: O corpo é alongado e esguio. Dorso escuro e ventre claro. Os adultos apresentam pintas claras no dorso e escuras na barriga. Filhotes nascem cinza-claro e as pintas vão aparecendo com a idade geralmente da barriga para o dorso. A ponta do relativamente longo e fino bico é branca. O manto dorsal cinza-escuro possui uma mancha clara pontiaguda rompendo seu desenho arredondado logo abaixo da nadadeira dorsal. A nadadeira dorsal é alta e falcada. As nadadeiras peitorais são pontudas e proporcionais ao tamanho do corpo. A região ao redor dos olhos normalmente é escura. Possuem de 60 a 80 dentes cônicos. A forma costeira é maior, mais robusta e mais pintada do que a oceânica.


Golfinho-de-dentes-rugosos ou golfinho-bicudo (Steno bredanensis)

q

Tamanho: 2,4 metros e 140 quilos. Vulgarmente conhecido como golfinho-de-dentes-rugosos, golfinho-tosco. Pertencente a família Delphinidae. Habita oceanos tropicais e subtropicais, próximos da borda da plataforma continental. Vive em grupos pequenos. Alimenta-se de lulas, peixes e às vezes de polvos.


Golfinho-flíper (Tursiops truncatus)
Família: Delphinidae. Habitat: esta espécie habita em água salgada ou seja nos mares e nos estuários. Quando nascem têm entre 75-150 cm e em adultos entre 3-4m. Peso: quando nascem têm cerca de 30kg e em adultos o seu peso oscila entre os 300 e os 500kg, podendo atingir excepcionalmente os 650kg. Alimentam-se de corvinas quando estas eram abundantes na região. Também consomem vários tipos de peixes, moluscos e crustáceos. lulas, linguados, caranguejos, camarões, entre outros. Ingere diariamente cerca de 20kg de alimento. Reprodução: As fêmeas têm uma gravidez de 11 a 12 meses e dão à luz apenas uma cria com cerca de 80 cm, sensivelmente. As crias são amamentadas até aos 18 meses e são-lhes ensinadas desde logo algumas técnicas de caça. Identificação: cinzento escuro no dorso, diminuindo de intensidade perto da barriga, que é branca ou rosa muito claro. O seu corpo é muito robusto, bem como a sua cabeça. O seu bico tem uma força espantosa, capaz de provocar ferimentos muito graves num adversário. São muito ativos e freqüentemente acompanham os barcos à proa. Chegam a atingir mais de 40km/h. Vivendo em liberdade, podem viver até aos 45 anos, tendo as fêmeas geralmente maior longevidade.


Golfinho-rotator (Stenella longirostris)
Comprimento: média de 2 metros. Peso: 75 kg em média. Distribuição geográfica: no Brasil ocorrem em Fernando de Noronha. Características: são conhecidos como golfinhos rotadores devido aos saltos com a rotação do corpo que costumam executar fora da água. Possuem o dorso cinza-escuro com faixas medianas cinza-claro e ventre branco. O período de gestação dura aproximadamente 10 meses e meio, nascendo um filhote de 80 cm. São gregários e apresentam um comportamento social bastante complexo. É comum deslocarem-se em grupos compostos por dois até várias centenas de indivíduos de todas as classes de idade e ambos os sexos.


Golfinho-cabeça-de-melão (Peponocephala electra)
Comprimento: média de 2,3 metros. Peso: 160 kg em média. No Brasil há registros de encalhe na Bahia e em Fernando de Noronha. Características: a cabeça é arredondada, não há rosto definido, nadadeira dorsal alta e falcada, peitorais compridas e pontudas. Possui coloração escura.


Golfinho-comum (Delphinus delphis)

q

Tamanho: 2,3 metros e 75 quilos. Popularmente conhecido como toninha. Família: Delphinidae. Pode ser encontrado em todos os oceanos e também nos mares interiores, como o Mediterrâneo e o mar Negro. Vive em águas tropicais e temperadas, evitando águas com menos de 10°C. É o mais gregário dos cetáceos, sendo comum grupos com cerca de 100 indivíduos; registrou-se em alto mar um grupo com cerca de 1.000. Apresenta ampla gama de vocalizações ligadas à comunicação e ecolocação. Alimenta-se de lula e peixes, de preferência os que formam cardumes, como sardinha, arenque e anchova.

Redação Ambientebrasil



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.