Bibliografia

 

ASSUNÇÃO, C. E. Vocabulário Agrário. Curitiba: Open English House, 1996. 237 p. 

BARBOSA, A.C.S. Paisagismo, Jardinagem, Plantas Ornamentais. 4a edição. São Paulo: Editora Iglu, 1989. 

Dias, Genebaldo Freire. – Educação Ambiental – Princípios e Práticas – 4ªedicão – Editora Gaia Ltda, 1992. 

Educação Ambiental em Unidades de Conservação. Governo do Estado de São Paulo 

Ferreira, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da lingua portuguesa. 3 edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1999. 

IEA – Instituto de Estudos Amazônicos. Manual de Plantas Amazônicas. Projeto PNUD/FAO/BRA. Apoio Fundação Konrad Ardenauer. Curitiba,1993. 

Princípios e Práticas de Educação Ambiental. Apostila: curso. Curitiba: Universidade Livre do Meio Ambiente 

RAMALHO, M.; SANTOS, J.B.; PINTO, C. B..Genética na Agropecuária. 2A Edição. São Paulo: Globo. Lavras, Minas Gerais: Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão,1990. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 5, edição 61, maio 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 6, edição 62, junho 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 7, edição 64, julho 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 8, edição 64, agosto 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 9, edição 65, setembro 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 10, edição 66, outubro 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 11, edição 67, novembro 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 12, edição 68, dezembro 1997. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 6, núm. 2, edição 70, fevereiro 1998. 

Revista Caminhos da Terra. Ano 7, núm. 3, edição 71, março 1998. 

SOUZA, P.F. Terminologia Florestal- glossário de termos e expressões florestais. Guanabara, 1973. 

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Manual Técnico da Vegetação Brasileira. Rio de Janeiro, 1992.

 

Ambiente Brasil