Ambiente Mudanças Climáticas

Mercado Ambientais

Mercados Ambientais.

Envie para um amigo

 

O Acordo de Marraqueche, as decisões do Comitê Executivo do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo e a Resolução nº 01 da Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima, criaram o arcabouço legal para a apresentação e aprovação de projetos de MDL. Com isto o mercado de Carbono vem se desenvolvendo rapidamente mesmo com a recente entrada em vigor (16-02-2005), do Protocolo de Quioto - PQ. Dados do Banco Mundial mostram que 1125 transações ocorreram entre 1998 e maio de 2004 totalizando um volume de 300 milhões de toneladas de CO2 (Lecoq, 2004), significando pelo menos US$500 milhões. 

O Brasil deverá participar deste mercado internacional com uma posição de destaque, principalmente ao criar um ambiente político-institucional capaz de garantir alta credibilidade e baixos custos de transação. 

Os Projetos de LULUCF (Uso da terra, Mudança do Uso da Terra e Florestas), deverão ser uma opção interessante para os compradores de créditos de carbono, apesar dos baixos volumes a serem disponibilizados, vale frisar que somente as atividades de reflorestamento e florestamento serão elegíveis ao MDL no primeiro período de compromisso do Protocolo (2008 a 2012).

Os preços dependem da natureza do "crédito". Antes do PQ ter entrado em vigor os créditos utilizados para atender as metas do PQ tiveram preços variando de US$3,00 a US$4,25 (preço médio de US$3,85), no caso dos riscos associados ao registro do projeto serem assumidos pelos compradores. Quando estes riscos são assumidos pelos vendedores, os preços variaram de US$3,00 a US$6,37 (preço médio de US$ 5,52).

fonte: ROCHA, M. T. Carbono - ciência e mercado global, 2004

 

CCX – Chicago Climate Exchange (Bolsa do Clima de Chicago)

A missão do CCX é prover seus membros (setores públicos e privado) com métodos de custo benefício para redução de gases do efeito estufa através da consolidação e administração de um mercado baseado na redução de emissão e um programa de comércio flexível, tem baixo custo transacional, é ambientalmente rigoroso e concede prêmios a inovações ambientais.

http://www.chicagoclimatex.com/

 

EU ETS – Europe Union’s Emissions Trading Scheme ( Mercado Europeu de Emissões)

Teve seu início em 01/01/2005, sendo composto por 25 “estados membros”. Apresenta-se dividido em “fases de cumprimento”. A primeira fase iniciou-se em janeiro deste ano e terá duração até dezembro de 2007; a segunda fase tem seu início marcado para janeiro de 2008 e término em dezembro de 2012. Embora seja formalmente independente do Protocolo de Quioto, o EU ETS foi projetado como uma ferramenta para dar conformidade ao alvo ajustado sob o Protocolo. Consiste em um sistema de negociação de emissões de GEEs entre empresas e países europeus, onde cada membro possui uma meta de redução que, se for superada, poderá gerar créditos de carbono (t.CO2e) negociáveis. No EU ETS também são válidos créditos obtidos através de projetos de MDL e IC, desde que se enquadrem nas regras e procedimentos do Protocolo de Quioto, excetuando-se, ao menos para a primeira fase, projetos de grandes hidrelétricas e florestais e projetos de IC domésticos (realizados no próprio território do proponente). Segundo estimativas (http://www.pointcarbon.com), haverá na primeira fase de comprometimento do EU ETS (2005 – 2007), um volume total de negociações em torno de 25 milhões de toneladas de CO2e (MtCO2e). Levando em conta que nesse mercado os preços da tCO2e giram, atualmente, em torno de € 7,00, como mostra a Tabela 4, pode-se inferir que o mercado movimentará um total de, aproximadamente, 175 milhões de euros somente ao longo desta primeira fase. 

Fonte: CEPEA-ESALQ/USP

http://europa.eu.int/comm/environment/climat/emission.htm

 

MBRE – Mercado Brasileiro de Redução de Emissões

O MBRE surgiu da convergência de ações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) voltadas ao aproveitamento das oportunidades de negócios relacionadas à implementação do MDL do Protocolo de Quioto. Este mercado criou o Banco de Projetos que tem o objetivo de proporcionar visibilidade aos projetos criando espaço que favoreça futuros negócios com créditos de carbono, contribuindo assim para redução dos custos de transação associados ao processo MDL.

www. bmf.com.br/carbono

www.bvrj.com.br/carbono

 

IFC - International Finance Corporation

A missão da IFC é promover investimentos sustentáveis no setor privado dos países em desenvolvimento, ajudar a reduzir a pobreza e melhorar a vida das pessoas. A IFC financia investimentos no setor privado do mundo em desenvolvimento, mobiliza capital nos mercados financeiros e proporciona assistência técnica e assessoramento a governos e a empresas.

http://www.ifc.org/carbonfinance

 

Outros Mercados

Carbon Finance Newsletter

http://www.carbon-financeonline.com

 

Carbon Market Data – Chicago Climate Exchange

http://www.chicagoclimatex.com/trading/marketData.html

 

Carbon Market Europe – PointCarbon

http://www.pointcarbon.com/article.php?articleID=3203

 

Carbon Market Monitor – PointCarbon

http://www.pointcarbon.com/category.php?categoryID=275

 

Carbon Market News - PointCarbon 

http://www.pointcarbon.com/article.php?articleID=3202

 

CDM & JI Country Ratings - PointCarbon

http://www.pointcarbon.com/article.php?articleID=3205

 

CDM & JI Monitor - PointCarbon

http://www.pointcarbon.com/article.php?articleID=3204

 

C02e.com website – Cantor Fitzgerald

http://www.co2e.com/news/

 

Environmental Finance Magazine

http://www.environmental-finance.com/

 

Estimating the Market Potential for the Clean Development Mechanism - PCFplus

http://carbonfinance.org/util/DocItemDisp.cfm?CatalogID=1411

 

European Union Emissions Trading Scheme (EU ETS) wesite - UE

http://europa.eu.int/comm/environment/climat/emission.htm

 

Evo.db – Evolution Markets

http://www.evomarkets.com/evoid

 

Evo.id – Evolution Markets

http://www.evomarkets.com/evoid

 

Evolution Markets home page – Evolution Markets

http://www.evomarkets.com/

 

IETA’s Trading Scheme Database - IETA

http://www.pointcarbon.com/schemes.php

 

IFC Market Inteligence Brief – International Finance Corporation (IFC)

 

JIQ – Joint Implementation Network, the Netherlands

http://www.jiqweb.org/

 

Natsource and the Greenhouse Gas Market website - Natsource

http://www.natsource.com/markets/index.asp?s=19

 

Natsource price data for energy and environmental commodities - Natsource

http://www.natsource.com/pricesheets/

 

PointCarbon website - PointCarbon

http://pointcarbon.com

 

State and Trends of the Carbon Market – World Bank Carbon Finance Business Team

http://carbonfinance.org/util/DocItemDisp.cfm?CatalogID=1314

 

 

 

 

 

Fonte:http://www.vitaecivilis.org.br/



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.