Biomassa e Eletricidade

 

A tabela abaixo demonstra a situação de empreendimentos termelétricos no Brasil, classificando por fonte e situação. O bagaço de cana e o licor negro estão entre as fontes mais importantes, nos setores sucro-alcooleiro e de papel e celulose, respectivamente, além de diversos tipos de sistemas híbridos com combustíveis fósseis. O Plano Decenal de Expansão 2000/2009 estima o potencial técnico de cogeração nestes dois setores em 5.750 MW, com um potencial de mercado de pouco mais de 2.800 MW, em 2009.

 

 Combustível   Potência (MW) 
 Bagaço de cana   391,15
 Biomassa  82,75
 Biomassa e Bagaço de cana   4
 Biomassa e Óleo combustível   8,8
 Lenha picada  5,31
 Licor negro  310,18
 Licor negro e Biomassa  142,9
 Lixo urbano  26,3
 Lixo urbano e Gás natural  600
 Óleo e Biomassa
 Óleo diesel e Biomassa  70,2
 Total  1633,59

Ambiente Brasil