Ambiente Fauna

Cachalote (Physeter macrocephalus)

O comprimento máximo é de 18,30m para o macho e 12,50m para a fêmea.

Envie para um amigo

 

Classe: Mammalia

Ordem: Cetacea

Família: Physeteridae

Nome científico: Physeter macrocephalus

Nome vulgar: Cacholote

Categoria: Ameaçada

Pode ser encontrado em todos os oceanos, entre 60º N e 70º S. O comprimento máximo é de 18,30m para o macho e 12,50m para a fêmea. O peso médio do macho é de 45.000 kg e o da fêmea, 20.000 kg. Vivem em grupos de até 50 indivíduos, porém, há solitários. Provavelmente, é o cetáceo que mergulha mais fundo, podendo passar de 2.000 m e permanecer submerso por mais de uma hora. Seu alimento principal é a lula, que procura a grande profundidade. Pode comer lulas de grande porte. Alimenta-se também de polvos, raias, tubarões, peixes e crustáceos. No Brasil, sua distribuição abrange uma grande faixa de nosso litoral, desde o Rio Grande do Sul até a região Nordeste, onde são comuns os encalhes.

Características: é um animal robusto. A cabeça é muito grande e tem forma retangular. Na parte superior frontal da cabeça, encontra-se o órgão que produz o espermacete, substância que é importante para compensar a variação de pressão em mergulhos profundos e manter o equilíbrio do animal. A mandíbula é muito estreita e pequena, posicionada na parte ventral da cabeça. Entre as nadadeiras dorsal e caudal existem várias ondulações. A pele da parte posterior do corpo é enrugada. Sua coloração é escura e uniforme, indo do cinza ao marrom.  O orifício respiratório fica situado à esquerda da linha central e a frente da cabeça. Por isso, o borrifo do cachalote é típico: projetado para frente e para a esquerda e pode alcançar de 2m a 5m de altura.

Redação Ambiente Brasil



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.