Ambiente Fauna

Bico-virão-da-caatinga (Megaxenops parnaguae)

É um pássaro muito pouco conhecido. Foi encotrado pela primeira vez em MG, por Geral Matto, em 1972, no chapadão do Bugre, em Uberaba, região do cerrado.

Envie para um amigo

 

Classe: Aves

Ordem: Passeriformes

Família: Furnariidae

Nome científico: Megaxenops parnaguae

Nome vulgar: Bico-virão-da-caatinga

Categoria: Ameaçada/ Vulnerável

Características: É um pássaro muito pouco conhecido. Foi encotrado pela primeira vez em MG, por Geral Matto, em 1972, no chapadão do Bugre, em Uberaba, região do cerrado; e um ano mais tarde em Paracatu, pulando nas copas das árvores de uma mata seca (Mattos, 1991). Ao vocalizar eiça um discreto topete e emite 3 ou 4 notas fortes e descendentes cujo timbre lembra o de um Furnarius (Teixeira, 1991). Movimenta-se com agilidade nas copas baixas ou na vegetação mais densa da mata seca em transição com a caatinga arbórea. Pula de galho em galho, sobe e desce troncos rapidamente. Alimenta-se de insetos que encontra nas folhas e cascas de árvores. Seu bico é forte o suficiente para desferir fortes golpes na madeira.

Comprimento: 14,8 cm - 16 cm.

Ocorrência Geográfica: CE, PI, Norte da BA, MG, PE, GO, DF e BA. Foi registrado nas matas ciliares do rio Urucuia, em Buritis, nas matas secas da região da Jaíba (Andrade 1990, 1991) e nos arredores de Mocambinho, margem direita do médio São Francisco. Nessa área foram vistos grupos de até três indivíduos, isolados ou integrando bandos mistos com diversos Formicariidae.

Cientista que descreveu: Reiser, 1905.

Categoria/Critério: Ameaçada Vulnerável. Destruição de hábitat. Tamanho populacional reduzido com probabilidade de extinção na natureza em pelo menos 10 por cento em 100 anos.

Fonte: MMA/SINIMA



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.