Ambiente Fauna

Beija-Flor-de-orelha-violeta (Colibri serrirostris)

De coloração verde-escura, destaca-se por possuir uma mancha azul-arroxeada na lateral do pescoço, daí o nome beija-flor-violeta

Envie para um amigo

 

Classe: Aves

Ordem: Trochiliformes

Família: Trochilidae

Nome científico: Colibri serrirostris

Nome vulgar: Beija-flor-cantador ou Beija-flor-de-orelha-violeta

Categoria: Vulnerável

Características físicas: de coloração verde-escura, destaca-se por possuir uma mancha azul-arroxeada na lateral do pescoço, daí o nome beija-flor-violeta. A garganta  é verde brilhante e as infracaudais são brancas. A maxila é serrilhada e a língua é longa e bipartida. A fêmea é um pouco menor e menos vistosa que o macho. Chega a pouco mais de 12 cm de envergadura.

Alimentação: néctar que bebe durante o vôo de libração (quase parado no ar)  e insetos.

Biologia e comportamento social: bastante ativo, costuma visitar as mesmas plantas todos os dias. Ao dormir, a temperatura corporal abaixa para cerca de 24° C e desta forma poupa energia.

Reprodução: a fêmea faz seu ninho apoiado em ramos ou forquilhas, usando teias de aranha e de insetos. São postos em média dois ovos brancos, podendo variar de cor devido ao contato com líquens que interagem o material do ninho. Ao nascer, os filhotes são alimentados pela mãe que regurgita uma espécie de massa pastosa. Isto ocorre durante até três semanas, quando então os filhotes deixam o ninho. Habitam pastagens abertas, cerrados e restingas.

Fonte parcial: Guia Ilustrado de Animais do Cerrado de Minas Gerais. 2.° edição. CEMIG. Editare Editora.2003.



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.