Ambiente Fauna

Anumará (Curaeus forbesi)

Sua semelhança com o membro (Gnorinopsar chopi) tem sido fonte de confusões na identificação de espécies de museu e no campo.

Envie para um amigo

 

Classe: Aves

Ordem: Passeriformes

Família:  Icteridae

Nome científico: Curaeus forbesi

Nome vulgar: Anumará

Categoria: Ameaçada

Características: Sua semelhança com o membro (Gnorinopsar chopi) tem sido fonte de confusões na identificação de espécies de museu e no campo. Neste último, a vocalização pode ser utilizada para identificar a espécie. Diferencia-se também por apresentar coloração negra menos brilhante e por possuir bico mais estreito e mais reto. Apesar de ter sido considerado abundante em plantações de cana-de-açúcar, é possível que tenha sido confundido com o membro. Na única localidade em que foram feitos estudos de ecologia (Quebrangulo, AL) ele foi detectado na borda de floresta e em áreas pantanosas em sua proximidade. Pode ser encontrado em pequenos bandos, mesmo na época da reprodução. Nidifica na borda da mata ou em locais pantanosos. Seu ninho possui forma de cesta bem fechada, e a postura é de três a quatro ovos. Estudos realizados em Alagoas demonstraram que de 64 a 100 por cento dos ninhos estavam sendo parasitados pelo chopim (Nolothrus bonariensis), reduzindo o sucesso reprodutivo da espécie (Sick 1993).

Comprimento: 2,3cm.

Ocorrência Geográfica: MG, AL, PE. A espécie ocorre em canaviais e manguezais, embora registros mais recentes tenham sido feito em ambientes florestais.

Cientista que descreveu: Sclater, 1886.

Categoria/Critério: Ameaçada. População pequena e distribuição restrita. Probabilidade de extinção na natureza em pelo menos 50 por cento em 10 anos ou 3 gerações.

Fonte: MMA/SINIMA



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.