Ambiente Florestal

Dados de Desempenho da Indústria Brasileira de Base Florestal - I

Dados da Indústria Florestal.

Envie para um amigo

 

 


Taxas de Crescimento dos Setores Industriais de Base Florestal

taxa


industria


Taxas de Crescimento (%) * - Igual período do ano anterior = 100

Setor Produção Industrial   Pessoal Ocupado na Produção 
 Ano / Período   1999   Jan a Ago de 2000   1999  Jan a Jul de 2000
Madeira  6,8 7,4 -10,5 3,8
Mobiliário -2,4 8,4 -6,6 3,3
Papel e Papelão 6,2 4,7 -6,6 0,8

Fonte de dados: IBGE, MDIC (*) Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física


Número de Utilização da Capacidade Instalada dos Setores de Base Florestal

Nível de Utilização da Capacidade Instalada (%)
 Setor  1o Trimestre 2000   2o Trimestre 2000 
Madeira 79 85
Mobiliário 81 75
 Papel e Papelão  90 92

(*) Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física


Número de Empregados nos Setores de Base Florestal             


 Setor   1997   1998   1999   abril 2000 
 Madeira 180.428 173.329 188.990 193.378
 Mobiliário 152.354 143.328 145.985 148.941
 Papel e Papelão  119.568 112.234 108.209 108.821
Total - Setores de Base Florestal  454.347 430.829 445.183 487.757
Outras Indústria de Transformação  4.637.976 4.367.009 4.381.908 4.462.597
% Setor de Base industrial 9,8 9,9 10,2 10,9

Fonte de dados: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Ministério do Trabalho, MDCI



graf



Participação de Produtos de Base Florestal nas Exportações Brasileiras


 Ano   Exportação Brasileira US$1.000 FOB 

Exportação de Produtos Florestais US$1.000 FOB

Participação (%)
 1990  31.414.000 1.673.427 5,3
1991 31.363.000 1.720.288 5,5
1992 35.861.525 1.873.869 5,2
1993 38.782.679 2.146.392 5,5
1994 43.545.162 2.652.277 6,1
1995 46.506.282 3.707.936 8,0
1996 47.746.728 3.454.770 7,2
1997 52.986.000 3.477.058 6,6
1998 47.176.000 3.342.495 7,1

Fonte: MICT/SECEX/DECEX  Elaboração: DECOM/DIREN/IBAMA


exportação


evolução


Exportação Efetiva de Produtos Florestais (1998)  


 Discriminação   Tonelada  %   US$1.000 FOB   %   Preço médio US$  
 A - Produtos Básicos 698.045 10,43 88.249 2,64 126,42
1. Erva-Mate
25.433 0,38 34.077 1,02 1.339,87
2. Plantas Medicinais 1.681 0,03 7.382 0,22 4.391,43
3. Ser.Desp.Resíduos de Madeira  10 0,00  11  0,00 
 4. Carvão Vegetal 9.595  0,14  1.694  0,05  176,55 
 5. Madeira Bruta (Todos)  661.314  9,88  45.0,39  1,35  68,11 
 6. Borracha Bruta 12  0,00  46  0,00 
 B - Produtos Industrializados  5.994.553  89,57  3.254.246  97,36  542,87 
 B1. Semimanufaturados  3.942.728 58,91  1.682.581  50,34  426,76 
 1. Madeira Serrada 895.432  13,38  409.910  12.26  457,78 
 2. Óleo Vegetal 19.587  0,29  17.913  0,54  914,54 
 3. Dormentes
 4. Madeira Benediciada 221.907  3,32  205.322  6,14  925,26 
 5. Pasta Química (celulose)  2.805.802  41,92  1.049.436  31,40  374,02 
 B2. Manufaturados  2.051.825  30,66  1.571.665  47,02  765,98 
 1. Madeira Beneficiada 33.368  0,50  21.131  0,63  633,27 
 2. Chapa / Placa de Fibra 228.072  3,41  67.827  2,03  297,39 
 3. Madeira Laminada 78.742  1,18  63.903  1,91  811,55 
 4. Madeira Compensada 328.931  4,91  199.240  5,96  605,72 
5. Madeira Aglomerada 19.288 0,29 11.240 0,34 274,29
6. Papel 1.216.894 18,18 929.883 27,82 764,14
7. Móveis 146.530 2,19 278.441 8,33 1.900,23
Total   6.692.598   100,00   3.342.495  100,00  -

Fonte: MICT/SECEX/DECEX - Dados de 1998  Elaboração: DECOM/DIREN/IBAMA


 

Redação Ambiente Brasil



Publicidade
Confira as principais Tags do ambiente Florestal Agricultura Agrossilvicultura Agrossilvipastoril Água Alimentação Amanita Amazônia Amostragem Animais silvestres Araucária Área de Preservação Área Protegida Artigo Banco de Sementes Bibliografia Biodiversidade Borracha Bracatinga Brotação Características Carregamento Carvão Castanha-do-brasil Celulose Cerrado Certificação de Produtos Certificação Florestal Certificado Certificado Fitossanitário CFOC Classificação Cobertura Florestal Comércio Conceito Consciência Ecológica Conservação Ambiental Consumo de Madeira Controle Controle Ambiental Copaíba Cortiça Culinária Curiosidades Custos Dados Dano e efeitos ambientais Desbastes Descascamento Desenvolvimento Sustentável Desmatamento Doenças Dossel Economia Erva - Mate Espaçamentos Espécies Espécies Exóticas Estatística Estradas Estrutura Estrutura Fundiária Eucalipto EXemplos Exploração Extinção Extração Fitossociológico Floresta Tropical Florestal Florestas Fluxograma Fogos Fomento Fragmentação Fungo Geneticamente Modificados Genoma Gestão ambiental Gestão Florestal Governo Herdabilidade Incêndio Indústria Instituições Invasão Biológica Inventário Florestal IPAM Látex Legislação Lista Espécies Localização Lodo de Esgoto Macaco Madeira Manejo Manejo Florestal Mapa Matas Ciliares Material Genético Melhoramento Genético Mercosul Miltiplicação Vegetativa Mogno Monitoramento Nomenclatura Normalização Normas Ambientais Objetivos ONGs Operação Palmito Palmito Juçara Paraná Pasta Patauá Perguntas Permacultura Pinhão Pinus Planejamento ambiental Plantas Plantio PNF Poda Poluição Praga Premissas Preservação Ambiental Prevenção Princípios Privado Produção Produtos Produtos Madereiros Projetos Projetos ambientais Proteção Pública Qualidade da Madeira Queimada Recuperação Ambiental Reflorestamento Segurança Seleção Selos Sementes Seringueira Silvicultura Silvipastoril Sistema Agroflorestais Solos Substrato Sustentabilidade Técnicas Tipos de viveiros Transporte Uso do Solo Usos Vantagens Vegetação Vespa da Madeira Viveiros

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.