Ambiente Fauna

Papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea)

Padrão escamoso arroxeado-vináceo no peito, uma gola de penas alongadas que arrepia freqüentemente. Sobre a garganta, lados e pescoço, papo e o peito arroxeado invade a pena quase toda

Envie para um amigo

 

Classe:  Aves

Ordem: Psittaciformes

Família: Psittacidae

Nome científico: Amazona vinacea

Nome vulgar: Papagaio-de-peito-roxo

Categoria: Vulnerável

q

Características: Padrão escamoso arroxeado-vináceo no peito, uma gola de penas alongadas que arrepia freqüentemente. Sobre a garganta, lados e pescoço, papo e o peito arroxeado invade a pena quase toda, ficando a orla somente de cor diversa - o negro, formando um escamoso indistinto que vai até o baixo ventre. As penas da nuca e alto pescoço são grandes e chegam a formar uma gola. Sobre a garganta Loro, fronte, mento, espelho, encontro e base das diretrizes externas vermelhas. Movimentos lentos e servem para melhor se ocultar nas matas. Formam casais fiéis.

Alimenta-se de frutas, sementes e insetos na natureza, em cativeiro de sementes, coco seco, laranja, banana e mamão.

Longevidade: 30 anos. Maturidade: 02 anos. Reprodução: de agosto a dezembro, postura de 02 a 04 ovos. Nº de filhotes: 02.

Incubação: 30 dias.

Comprimento: 35 a 37 cm.

Ocorrência Geográfica: Do sudeste brasileiro ao sul, Bahia ao Rio Grande do Sul.

Habitat: Matas secas, pinheirais e orlas de capões de mata entre campos. Vive em florestas e pinheiros associados a ambientes campestres. Necessitam da disponibilidade de buracos de árvores (oco de tronco) e fendas formadas pela decomposição dos troncos.

Categoria/Critério: Ameaçada, vulnerável. Captura e comércio ilegal; Destruição de habitat; Populações pequenas e isoladas.

Cientista que descreveu: Kuhl, 1820

Observações adicionais: O táxon não se enquadra nas categorias criticamente em perigo ou em perigo mas corre um alto risco de extinção na natureza a médio prazo em função do declínio populacional e da área de ocupação extremamente fragmentada. Tamanho populacional reduzido com probabilidade de extinção na natureza em pelo menos 10 por cento em 100 anos.

Fonte: MMA/SINIMA



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.