Ambiente Fauna

Bacurau-tesoura-gigante (Macropsalis creagra)

O macho tem a cauda 3/4 do comprimento corporal total, uma retriz lateral pode medir 61 cm (Bocaina-RJ) retrizes centrais apenas 5 cm.

Envie para um amigo

Classe: Aves

Ordem: Caprimulgiformes

Família: Caprimulgidae

Nome científico: Macropsalis creagra

Nome vulgar: Bacurau-tesoura-gigante

Categoria: Ameaçado/ Vulnerável
 


Características: O macho tem a cauda 3/4 do comprimento corporal total, uma retriz lateral pode medir 61 cm (Bocaina-RJ) retrizes centrais apenas 5 cm. Fêmea 32 cm total, chama a atenção pelo padrão de grandes manchas amareladas no papo. Nitidamente mais robusto que o Hydropsalys brasiliana alto da cabeça pontilhado (não estriado) de preto. Geralmente calado. Na mata, caça bem no escuro, a beira dos caminhos que atravessam a floresta, semelhante a Hydropsalis. Fêmea menor, cauda normal. Cor geral bastante escura. Comprimento: 700 a 760 mm - Asa: 190 mm.

Ocorrência Geográfica: Habita regiões florestadas. Leste-meridional de Minas Gerais e Espírito Santo, Rio Grande do Sul, inclusive Minas Gerais. Registros: provavelmente em Santa Catarina (Brusque (MADJ), Camburiú, julho 1965 (MCA)).

Ocorre no Espírito Santo a São Paulo, (Guaratuba, Santos), Paraná, Rio de Janeiro (nas montanhas, Serra dos Órgãos, Itatiaia), Rio Grande do Sul (Torres), e Argentina (Misiones).

Cientista que descreveu: Bonaparte, 1850

Categoria/Critério: Ameaçada - vulnerável. Baixa densidade populacional, desmatamento ao longo de sua área de ocorrência.

Fonte: MMA/SINIMA



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.