Ambiente Ecoturismo

Serra do Navio - AP

Criada em 1992 para abrigar os trabalhadores da Indústria e Comércio de Minérios (ICOMI), a Serra do Navio foi construida para ser auto-sustentável. Com a intensa exploração do manganês, a reserva se esgotou e a fábrica foi fechada.

Envie para um amigo

Nos dias de hoje, a cidade está se reconstruindo com ajuda do Poder Público e conta com belezas naturais escondidas pela Mata Atlântica. Serra do Navio fica a 217 quilômetros da capital Macapá. A cidade possui três comunidades: Água Branca, Arrependido do Amapari, Cachaço do Amapari.

 

História e Cultura

No dia 1º de maio de 1992, o município da Serra do Navio foi criada por meio da lei nº 007/92 com o intuito de abrigar os familiares e trabalhadores da ICOMI (Indústria e Comércio de Minérios), que extrairia o manganês amapaense por 50 anos (até 2003). Mas as reservas se esgotaram e a ICOMI deixou a Serra do Navio. Comandada pela empresa, a Vila sempre foi auto-suficiente, provendo aos moradores tudo o que precisassem, sem a necessidade de se locomover até a capital. O modelo implantado no local era de estilo norte-americano, com casas térreas, longos jardins; seguindo um padrão de organização e crescimento invejável a qualquer cidade grande. Um exemplo do crescimento esteve na área de saúde. Muitas das técnicas médicas e cirurgias realizadas na Serra do Navio eram avançadas para o momento, e que nem as grandes cidades realizavam, ou realizam até hoje. Após 1992, a Prefeitura tomou conta da cidade e passou por um processo de dificuldades, pois foi difícil manter o padrão da ICOMI na região. Aos poucos, o Poder Público está se recompondo e fortalecendo a Serra do Navio, principalmente com investimentos na área de turismo.

 

Clima

O clima é equatorial quente-úmido, com temperatura máxima de 32,6°C e a mínima de 20°C.

 

Vegetação e relevo

Florestas tropicais densas e de terra firme.

Planalto cristalino, com extensões de colinas denominados por cristais montanhosos.

 

Hospedagem

A cidade possui poucas opções de pousadas, sendo uma próxima ao centro do município e uma mais afastada, próxima a comunidade do Cachaço.

 

Atrações

Centro: O centro do município de Serra do Navio é bastante tranquilo, e é possível, durante uma caminhada, conhecer a arquitetura do local, influência norte-americana no desenvolvimento. Um dos destaques é a Igreja, voltada para todas as religiões.

Corredeira da Pedra Preta; Com espaço para piqueniques, banho e mergulho, a Corredeira da Pedra Preta percorre boa parte do município e desagua no Rio Amaparí. Próximo do rio, dependendo da época do ano, o desague se parece com uma longa cachoeira.

ICOMI: A empresa que "desenvolveu" a cidade de Serra do Navio acabou deixando o município após acabar com todas as reservas de manganês da região. Hoje, o local da fábrica ainda está de pé, com todo o maquinário antigo, mas já em estado de decomposição.

Lagoa Azul: Com uma pequena caminhada, é possível chegar em uma grande lagoa, que chama atenção por sua coloração. A Lagoa Azul é uma das atrações mais visitadas na Serra do Navio, e é própria para um banho rápido. A cor azul anil é dada por conta dos minérios da região.

Trem: A viagem de Macapá à Serra do Navio pode durar seis horas e passa pelos municípios de Santana, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari. Do trem, é possível apreciar a paisagem e também acompanhar algumas empresas que ainda estão ativas na extração de minérios na região.

 

 

http://webventura.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.