Ambiente Ecoturismo

Jaciara - MT

A cidade se localiza na calha do Rio São Lourenço, entre a capital Cuiabá e a cidade de Rondonópolis e possui uma boa infra-estrutura para receber turistas, com bons hotéis e restaurantes. Jaciara possui diversos atrativos naturais, propícios para a prática de esportes de aventura, como rios, cachoeiras, cânions e cavernas.

Envie para um amigo

O nome da cidade tem origem na lenda da Índia Jaciara, Senhora da Lua, no texto Vitória Régia, de Humberto Campos.

 

História e Cultura

O desbravamento das terras onde hoje em dia se localiza Jaciara ocorreu em 1945, o que faz do município um local bem recente. O primeiro povoado e o loteamento dos cerca de 70 hectares de terras data de 1945, com a família Costa Ferreira, que iniciou o processo de colonização. A partir daí, diversas vias de comunicação foram construídas, o que possibilitou um desenvolvimento populacional e econômico, principalmente com a construção da BR-364, em meados de 1958. Pela Lei Estadual nº 1.188, de 20 de dezembro de 1958, Jaciara se desmembrou dos municípios de Cuiabá e Poxoréo.

 

Clima

O clima é Tropical Quente e Úmido, com quatro meses de seca, nos meses de maio a agosto e um índice pluviométrico anual de 2000 mm. A temperatura média anual na cidade varia entre 28º e 30º, sendo que os meses mais chuvosos são de dezembro a abril.

 

Vegetação e relevo

A cobertura vegetal era composta por matas ciliares, matas de transição e cerrados, mas hoje a maior parte da cobertura vegetal do município de Jaciara já foi modificada, sendo a mesma substituída pelas lavouras de arroz, soja, feijão, milho e, principalmente, cana-de-açúcar, ou por pastagens cultivadas como a brachiara, colonião e Jaraguá.

A cidade é dominada em sua maioria pelo planalto dos Alcantilados, modelado por rochas paleozóicas do grupo Aquidauana. Este planalto, que foi naturalmente dissecado com o tempo, deu origem a vários segmentos que recebem denominações locais, como a Serra das Areias, localizada na região central, Serra de São Lourenço, Coroados e São Jerônimo.

 

Alimentação

Os restaurantes estão distribuídos por todo o município, desde a região central, na Avenida Antônio Ferreira Sobrinho, Avenida Piracicaba e Rua Gaicurus, como em outras regiões, exemplo da BR- 364, na saída para Cuiabá. Em Jaciara é possível saborear desde uma comida caseira com pratos típicos, até churrasco, pizzas e lanches.

 

Hospedagem

A cidade conta com diversos hotéis, com os mais diferentes níveis de conforto. A maior parte dos hotéis se localiza na região central da cidade, na Avenida Antônio Ferreira Sobrinho. Também é possível se hospedar nos três balneários de Jaciara, ou na pousada que fica na rodovia BR-364, na saída para Cuiabá.

 

Dicas gerais

O sol na região costuma ser bem forte. Para manter o corpo hidratado, o ideal é comer frutas frescas durante as refeições, principalmente as que contém bastante água, como a melancia. Levar uma garrafa de água ou cantil durante as trilhas é também uma recomendação.

 

Atrações

Cachoeira da Mulata: Esta cachoeira está em uma propriedade particular a 15 quilômetros do centro da cidade, em uma fazenda, e propicia para o visitante a prática de rapel, pelos 25 metros de queda d’água da cachoeira. Para visitar o local, é necessário pagar ingresso para os proprietários.

Cachoeira dos Hippies e Cachoeira do Bambu: Essas duas cachoeiras formam corredeiras e piscinas naturais e podem ser acessadas através da Rodovia BR-364. Elas distam cerca de nove quilômetros da cidade e são interligadas por uma trilha.

Caverna que Chora: Localizada na Fazenda Vertente, a 60 quilômetros do centro da cidade, a caverna possui diversas galerias e salões de arenito e é habitada por morcegos e insetos. No último salão da caverna existe uma pequena cachoeira, com águas que caem do teto e formam uma espécie de banheira natural, apelidada de Cachoeira do Amor. Por se tratar de propriedade particular, a entrada é paga.

Parque Cachoeira da Fumaça: Esse Parque fica em uma propriedade particular que fica a 12 quilômetros da cidade e nele é possível fazer um rafting de aproximadamente duas horas até a Cachoeira da Fumaça, que possui uma queda de 30 metros, propícia para a prática de rapel. No local também existem piscinas naturais, corredeiras e cânions. Por se tratar de propriedade particular, é cobrado ingresso para entrar.

Rio Tenente Amaral: Esse rio proporciona a prática de rafting. Com duração aproximada de duas horas, o passeio passa por diversas corredeiras e algumas cachoeiras que caem nas margens do rio. Para praticar o rafting é necessário agendar com alguma operadora de turismo local.

Temporada de Esportes Radicais: Realizado durante os fins de semana, na segunda quinzena de julho e primeira quinzena de agosto, esse evento reúne competições de diversos esportes de aventura, inclusive com etapas regionais de off-road, canoagem e motocross. O evento é realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo.

 

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.