Ambiente Ecoturismo

Guaratuba - PR

A cidade de Guaratuba é uma das opções para veranistas do Paraná e do Sul e Sudeste do país. O município é um dos maiores e mais bem estruturados do litoral paranaense. Possui 22 quilômetros de faixa de areia, divididos em seis praias. A Baía de Guaratuba é outra atração da cidade.

Envie para um amigo

Os arredores do município são resguardados pela Área de Proteção Ambiental de Guaratuba, que engloba porções da floresta, mata atlântica, várzeas, mangues, lagoa e parte da baía, incluindo as ilhas de Araçá, Capinzal, Veiga e Sepultura.

 

História e Cultura

Em 1765 uma portaria da coroa portuguesa ordenou a criação de um povoado na enseada de Guaratuba. Foram selecionados 200 casais para começar a povoar o local. Cinco anos depois, foi fundada a Vila de São Luiz da Marinha de Guaratuba. De 1772 até 1838 Guaratuba foi um município independente, depois passou a ser um distrito de Paranaguá. Foi restaurado no fim de 1947.

 

Clima

O litoral paranaense possui clima superúmido e é o lugar que mais chove no Estado. Porém, a divisão de chuva no verão e seca no inverno é bem definida. A média de temperatura dos meses mais quentes é superior a 30°C , e a dos mais frios, é inferior a 15°C.

 

Vegetação e relevo

Remanescentes da Mata Atlântica ainda podem ser encontrados no entorno de Guaratuba, assim como árvores centenárias e flores como as bromélias.

A Serra do Mar e a baixada litorânea caracterizam a região de Guaratuba. Montanhas e praias bem próximas são a marca do litoral paranaense, formado há mais de 60 milhões de anos atrás.

 

Alimentação

Frutos do mar são a especialidade dos restaurantes de Guaratuba, principalmente pratos a base de camarão.

 

Hospedagem

Guaratuba possui diversos hotéis e pousadas na beira do mar e ainda opções mais baratas no centro. Há ainda diversos campings próximos da cidade.

 

Dicas gerais

Para fazer o percurso da Trilha das Farinheiras é necessário agendar pelo telefone: (41) 9229 -0310. Existe um pequeno custo a ser combinado com o condutor. Procure indicações para os passeios de barco e verifique se a embarcação possui coletes salva-vidas suficientes para todos a bordo. Regiões de igarapés e rios que cortam a mata costumam ter muitos insetos, capriche no repelente. A mudança de temperatura costuma ser rápida no sul do país, tenha sempre uma blusa por perto, principalmente no inverno.

 

Atrações

Baía de Guaratuba: É a segunda maior baia do litoral paranaense, com mais de 48 quilômetros de extensão. Possui 16 rios, sendo que 14 nascem na serra, além de várias ilha e uma extensa faixa de manguezal. A dica é pegar um barco e passear entre as ilhas da baía, ou até remar com um caiaque.

Cabaraquara: Um povoado em uma das margens da baía onde é possível encontrar trilhas, rios, mangues, montanhas e cachoeiras. A comunidade local produz artesanato nativo para comercio e a criação de ostras também ajuda na economia local.

Lagoa do Parado: Na margens do Rio Cubatãozinho, que desemboca na baía, tem cerca de 15 quilômetros quadrados e abundância de peixes.

Morro do Cristo: Um mirante natural localizado na praia de Brejatuba. Do alto é possível avistar a cidade, a Baía de Guaratuba e o Oceano Atlântico.

Pesca de arremesso: A praia do Brejatuba é o local ideal para a prática de pesca de arremesso.

Praia de Brejatuba: Famosa pelos campeonatos de surf paranaenses, a praia chega a ter ondas de dois metros. Recebe a maioria dos turistas que vão para Guaratuba, mas ainda possui vegetação natural conservada.

Praia de Caieiras: Localizada na ponta da Baía, a praia de Caieiras é um lugar tranqüilo, que abriga uma colônia de pescadores. O acesso pode ser feito por estrada ou barco.

Salto do Parati: Um local pouco explorado, é preciso pegar um barco e caminhar 35 minutos até chegar em uma pequena cachoeira com um lago de águas cristalinas. O barco sai do centro da cidade e o caminho passa por diversos rios que desembocam na Baía de Guaratuba.

Salto do Rio Cubatão: A 70 quilômetros do centro de Guaratuba, ou a 20 minutos de barco subindo o rio o turista chega a uma série de corredeiras com pedras grandes. Pelo caminho, diversos rios com águas cristalinas.

Trilha das Farinheiras: Essa trilha já foi utilizada por índios que habitavam a região e pelas mulheres que produziam farinha (daí o nome). É preciso pegar o ferry boat em Guaratuba e chegar até a Prainha, lá a trilha começa 200 metros depois da bilheteria, ao lado da escola municipal. Pelo caminho, bromélias, aves raras e árvores centenárias. A trilha tem dificuldade leve, mas o passeio precisa ser agendado previamente com um guia da região.

 

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.