Ir direto para o conteúdo

Ambiente Brasil. O maior Portal de Meio Ambiente da América Latina

 

 Ambiente Ecoturismo

Canoa Quebrada - CE

Canoa Quebrada fica a 170 km de Fortaleza e a 380 km de Natal. A cidade é bem pequena, o que a torna mais aconchegante e charmosa.

Envie para um amigo

Na rua principal, Dragão do Mar, mais conhecida como Broadway, só é permitido o trânsito de pedestres. É um grande corredor com bares, restaurantes e lojinhas nas laterais, além de muitos banquinhos. Seguindo reto pela Broadway chega-se a uma grande praça, de onde já é possível avistar as dunas. Para chegar na praia é preciso descer a escada, pois uma grande falésia esconde o mar. O litoral de Canoa Quebrada é assim, cheio de falésias, dunas e um mar bem verde.

 

História e Cultura

Em 1650, o navegador português Francisco Ayres da Cunha encalhou no litoral de Canoa Quebrada. Quando chegou em terra deu seu braço quebrado ao mestre Sebastião. Foi então que surgiu o nome Canoa Quebrada. A cultura local é ainda muito forte na região, marcada principalmente pelas jangadas feitas de troncos amarrados. Também são conhecidas como paquete ou paquetinho, dependendo do seu tamanho. Vale a penas fazer um passeio em uma delas e ouvir algumas histórias de pescador.

 

Clima

Em Canoa Quebrada a temperatura é quente o ano todo, com a diferença que o inverno é que é o período de chuvas.

 

Vegetação e relevo

Predominam as dunas, restingas e o mangue.

O relevo dessa região é bem característico formado, principalmente, por dunas e falésias.

 

Alimentação

Na Broadway existem inúmeras opções de restaurantes. As comidas são deliciosas e os preços acessíveis. Há também opções de sanduíches e sopas.

 

Hospedagem

Existem inúmeras opções de hospedagem em Canoa Quebrada, desde a mais simples até aquela mais luxuosa, e também para todo tipo de bolso. Fique atento se for ficar em algum lugar na rua principal, pois a noite os sons das casas noturnas são bem alto. Se você quiser gastar pouco e estiver com uma turma vale a pena alugar uma casa.

 

Dicas gerais

Para não correr nenhum tipo de risco só faça os passeios de bugue com aqueles que forem credenciados. São motoristas treinados e que não colocam a vida do turista em risco. Quando for fazer os passeios de bugue não esqueça os óculos escuros, pois a areia das dunas podem vir em sua direção e é importante que os olhos estejam protegidos.

 

Atrações

Duna do pôr-do-sol: No final do dia não deixa de ir na duna do pôr do sol. Ela é pertinho da cidade e dá para ir caminhando facilmente. A vista é fantástica. Se tiver disposição, leve uma canga e depois do pôr-do-sol aproveite um pouquinho e veja a lua e as estrelas, é uma experiência incrível.

Foz do Rio Jaguaribe: O passeio de bugue até a Foz do Rio Jaguaribe dura cerca de duas horas. Durante todo o percurso se está rodeado pelas dunas. No meio do caminho há lugares onde é possível fazer skibunda com pranchas de sandboard. A chegada à foz do rio Jaguaribe, onde ele se encontra com o mar. O retorno do passeio é pela praia, quando a maré ainda está seca.

Ponta Grossa: Este passeio de bugue é feito pelas praias, quando a maré está baixa. As praias, para o sul, são todas emolduradas por grandes falésias, normalmente de cor avermelhada. É um cenário maravilhoso. O destino final é uma grande duna, de onde é possível enxergar Canoa Quebrada.

 

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2017 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.