Ir direto para o conteúdo

Ambiente Brasil. O maior Portal de Meio Ambiente da América Latina

 

 Ambiente Ecoturismo

Andradas - MG

Localizada na região de planaltos de Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais, Andradas é uma cidade cheia de encantos tanto para os que buscam aventura como para os que pretendem descansar.

Envie para um amigo

A prática de esportes de aventura e ecoturismo é muito comum na cidade, que é repleta de belezas naturais como cachoeiras, cavernas, pedras e rios. O fácil acesso à cidade e sua boa estrutura atraem cada vez mais turistas de todo o mundo. Conhecida há décadas pela rampa de vôo-livre do Pico do Gavião, que tem 1.663 metros de altitude, Andradas vem se firmando também como destino de escaladores pelas serras chamadas Pedra do Elefante e Pedra do Pântano.

 

História e Cultura

Andradas surge com a chegada de senhores de escravos que se estabeleceram no local, inicialmente chamado de São Sebastião do Jaguari. Em 1888, o povoado se tornou vila e, em 1925, foi promovido a cidade de Vila Caracol.

 

A região abrigou no final do século XIX os imigrantes italianos que se interessaram pelo local devido ao clima e à topografia favoráveis ao cultivo da uva. Até hoje, Andradas faz parte da zona vinícola mais importante de Minas Gerais. Desde 1954 acontece a tradicional Festa do Vinho, realizada anualmente no mês de julho.

 

O atual nome da cidade deve-se a uma homenagem ao então governador de Minas, Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, em 1928.

 

Clima

Andradas tem verões úmidos e invernos secos, com temperatura média anual de 20° C. O clima ameno favorece a variedade de plantações e criações na região.

 

Vegetação e relevo

A vegetação predominante são as pastagens e as matas ciliares. Já nas regiões de planalto a vegetação natural é o campo de altitude, com plantas rasteiras.

 

Há na cidade pequenas reservas de matas tropicais, vegetação original da região.

 

Podem ser encontrados em Andradas três tipos diferenciados de relevo. Na região norte predominam os altos planaltos, variando entre 1.350 e 1.500 metros. Na região central, há as colinas arredondadas e alinhadas. Outra região é a serrana, onde se encontra a Serra do Caracol. As altitudes nessas áreas superam os 1.400 metros. O Pico do Gavião, por exemplo, tem 1.657 metros.

 

Alimentação

Andradas, conhecida como a “Terra do Vinho”, tem diversas adegas com diferentes safras e tipos do produto. A Festa do Vinho traz anualmente muitos visitantes à cidade.

 

Hospedagem

A infra-estrutura da cidade é boa e conta com hotéis, pousadas e campings. O ponto forte são as pousadas, que ficam perto dos principais pontos turísticos de Andradas, e os campings também em locais privilegiados como o Pico do Gavião.

 

Dicas gerais

Não perca a noite de Andradas: a cidade está cheia de opções para se divertir durante a noite como festivais, shows, baladas e bares. Andradas é uma das cidades mais agitadas da região.

 

O carnaval da cidade também é atração, há desfiles nas ruas com direito a bateria e carro alegórico.

 

Atrações

Aeromodelismo: O número de praticantes do esporte na cidade vem aumentando bastante, por isso foi criado um Clube para reuni-los. Andradas tem uma ótima pista com infra-estrutura para prática de aeromodelismo, onde os interessados podem aprender a pilotar. Provas de levantamento de peso, caça a raposa e ovo ao alvo tornam as aulas ainda mais dinâmicas e divertidas.

Cachoeiras: Em Andradas são mais de 90 cachoeiras cadastradas, mas como estão localizadas em propriedades particulares é necessário que os proprietários autorizem a visitação.

 

Há inúmeras opções para banho e prática de rapel, canyoning (ou canionismo), exploração de cavernas, tirolesa e cascading. Na Cachoeira do Recanto (15 metros de altura), na Serra do Caracol, é possível praticar canionismo, tirolesa, além de ser apropriada para banho. Na Olho D’Água (12 metros) é possível fazer canionismo e entrar em cavernas.

Pedra do Elefante: A Pedra do Elefante é também destino de escaladores, principalmente de Minas Gerais, e é conhecida por sua aparência, que se assemelha a um elefante de perfil. Para chegar ao topo (1.327m), há vias de escalada e também uma caminhada (trekking) que pode ser feita com guias e monitores ambientais locais. A vista do topo é privilegiada e é cartão postal da cidade.

 

As duas formações rochosas (Elefante e Pantano) ficam próximas e os veículos podem chegar até 600 metros do local.

Pedra do Pântano: A Pedra do Pantano é uma formação de granito com 200 metros de altura e uma das grandes atrações de Andradas para prática de rapel, escalada em rocha e até tirolesa. Há 11 vias de escalada abertas no local, tanto para iniciantes como para profissionais.

 

Para aqueles que estão começando, as vias da Pedra do Pântano são ideais, já que permitem boa colocação em qualquer ponto da pedra e sua parede é toda positiva. Ah, quanto ao acento em pantano não esquecemos no texto: é a maneira como a comunidade local pronuncia a palavra.

Pico do gavião: O Pico do Gavião, distante 24 km da cidade, com 1.663m, é uma das principais atrações da Serra do Caracol, em Andradas. De cima do pico, os visitantes voam de asa-delta e parapente, além de ter uma visão privilegiada das cidades da região.

 

O local é conhecido mundialmente como um dos melhores para prática de vôo livre, pois é bem equipado (alimentação, assistência médica, banheiros, equipamentos, estacionamento), além de ser próximo de grandes centros, ter acesso fácil, variedade de locais de pouso e rampas naturais que possibilitam o salto para qualquer direção.

 

Devido a sua infra-estrutura privilegiada, o Pico do Gavião sedia campeonatos estaduais e nacionais de vôo-livre entre os meses de setembro e novembro, que conta com a presença de grandes nomes do esporte.

 

Para chegar ao Pico do Gavião, o visitante percorrerá 12 km pela Rodovia Andradas (asfaltada) e mais 12 km por estradas regionais.

Trilha dos Sauás: O macaco Sauá dá o nome a esta trilha em mata virgem, de vegetação com araucárias e outras plantas e animais típicos da região. A aventura tem aproximadamente 3 horas e meia de duração e acontece na Serra do Caracol, no bairro do Óleo.

 

A Cachoeira dos Sauás, um recanto de borboletas de variadas cores e tamanhos, é um verdadeiro paraíso para aqueles que querem meditar e curtir a natureza durante a trilha.

 

No caminho, há o Paredão das Vertentes, uma enorme pedra de 20 metros, por onde verte água por todos os lados. O local é bastante utilizado para prática de rapel.

 

Outras atrações são a Cachoeira da Encosta, de 18 metros, própria para pratica de canionismo e uma caverna de 7 metros de profundidade, que serve de abrigo para os morcegos da região.

Trilhas off-road, motos e mountain bike: Devido à formação geológica vulcânica, onde estão as muitas serras da cidade – como a do Caracol, do Pau D’Alho e do Gavião – o local torna-se ideal para o esporte. Há muitas trilhas para aqueles que pretendem se aventurar em veículos 4X4, motos e mountain bike.

http://webventure.estadao.com.br



Publicidade

Resolução míninina de 1024 x 768 © Copyright 2000-2011 Todos os direitos reservados. O conteudo deste Site é de propriedade do Ambiente Brasil S/S Ltda. Nenhuma parte poderá ser reproduzida sem permissão por escrito do Portal.